Luís Félix (19__-2014?)

Corre o rumor que faleceu Luís Félix, designer e ilustrador que fez O Eterno Passageiro, uma BD bastante peculiar na produção portuguesa que recorre às características da fotonovela. Originalmente editada na revista Kapa em 1991 e compilada em álbum de BD pela BaleiAzul e Bedeteca de Lisboa em 1997.

Seria uma felicidade para nós que a realidade imitasse ou ultrapassasse a ficção desse seu livro, a qual deixamos a sua sinopse: Uma notícia necrológica de um amigo retira o heróis de bigode e cabeleira encaracolada dos braços quentes do aburguesamento para um “on the road” que começa e acaba no Bairro Alto, movido de bebedeiras dia sim dia sim a um ponto em que tudo se torna confuso. Ao geometrismo da Lisboa pombalina responde a sua tribo geracional com o desordenado e infecto “o poder ronca, tu vomitas, a obra nasce”. É a vidinha contra os costumes do bas fond num combate de boxe míope. De súbito, algo acontece de inesperado neste “país de factos consumados”: o amigo que morreu não está morto.

Deixe um comentário

Filed under obituário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s