Monthly Archives: Dezembro 2014

Subsídios para MMMNNNRRRG

Só agora é que chegou à Bedeteca de Lisboa o Subsídios para MMMNNNRRRG ou só agora é que demos conta que estava lá? Mas como a antologia / revista / fanzine não saiu mais que um número, tanto faz… Editado pela MMMNNNRRRG que publica “só para gente bruta” tem como colaborações João Bragança (do zine Succedâneo), João Mascarenhas (dos Stealing Orchestra), Jucifer, o esloveno Jakob Klemencic, a Latrina do Chifrudo, o francês Pakito Bolino (do Le Dernier Cri), putos de Sesimbra e Rafael Dionísio que tratam dos seguintes temas: Caretos de Podence, Kurents, Moliceiros da Ria de Aveiro, Franklin, o jardim da família F***, Match de Catch à Vielsam, Raw Vision, Metal e Deusa Loira apaixonada por Cradle of Filth 2006…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, referência

Pós-apocalipse português

antologicvr

Chegou à Bedeteca de Lisboa a antologia Alt Com 2014 : Postapokalyps, livro oferecido durante o festival sueco de BD Alt Com e que conta com participações de autores portugueses, a saber: Tiago Baptista, a dupla Manuel Neto & André Coelho (os mesmos do livro Terminal Tower) e Teresa Câmara Pestana.

Na Bedeteca encontra-se também o volume da edição anterior para consulta e empréstimo.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, bd portuguesa

Quinta tonta? Natal?

Once_upon_Cover_web

Foi a última Quinta-Feira das novidades na Bedeteca de Lisboa do ano – as próximas quintas vão ser o Natalixo e o Ano Novo – mas acabou em beleza! Chegou o novo número da antologia Tonto!

Antologia e colectivo de Graz (Áustria) que esteve presente na última Feira Laica. Numa primeira fase a editora era dedicada ao Rock complicado, depois à Electrónica experimental e por fim à BD. As antologias da Tonto são experiências de edição, cheio de conceitos e remisturas de imagens com uma originalidade que deverá ser reconhecida quando morrerem… Afinal a Aústria desde sempre que não liga pevas à BD. Acossados pouco a pouco o Tonto começa a fazer danos pela Sérvia, Alemanha, EUA e Portugal – dois autores foram publicadas no Boring Europa.

Não é só de “remisturas” de imagens que vive o grupo, até o conceito de livro apanha com “remisturas”, aliás livros porque este número é constituído por dois cadernos agrafados que se seguram numa sobrecapa. Trata-se de um verdadeiro mimo para quem gosta de BD, Ilustração e Design!

Intitulado Once upon a time conta com as participações de Anke Feuchtenberger, Igor Hofbauer, Edda Strolb, Helmut Kaplan, Willem, Michael Jordan, Aisha Franz,…

Deixe um comentário

Filed under referência

Music Comix

Dois eventos que misturão música e BD nas próximas semanas:

feiaFINALFINL7

A F.E.I.A. volta ao Montijo mas desta vez um “especial Heavy Metal” ou será a gozar com os fanhosos? Digam lá “Feira do Metal” à fanhoso: Feia do Metal!

noite+fetra

Talvez dos cartazes mais bonitos para um evento Rock e correm rumores que neste evento, a Noite Fetra & amigos,  também haverá bancas de editores independentes…

Deixe um comentário

Filed under mercado, outros media

Pirolito : bate que bate

image005

Apesar da Hemeroteca Municipal ter desaparecido (encontra-se fechada e sabe-se lá quando volta a abrir nas novas instalações), desde 2005 que tem posto em linha uma série de publicações portuguesas antigas no projecto Hemeroteca Digital.

Para quem se interessa por BD e ilustração, é uma oportunidade de ver, por exemplo, um dos mais importantes jornais de caricaturas publicados em Portugal no século XIX, o Pontos nos iiO António Maria e A Lanterna Mágica, O Binóculo e o Psit!!!, periódicos dirigidos e ilustrados por Rafael Bordalo Pinheiro (1846-1905), Ilustração, A corja: semanario de caricaturas, Ilustração Portuguesa, O Micróbio, Miau!A Sátira. Revista Humorística de Caricaturas, O Século Ilustrado, O Thalassa,  Prato d’O Dia, A Paródia, Sempre Fixe e ainda duas publicações periódicas infantis, o Foguetão e o Bip-Bip.

Hoje foi colocada mais uma publicação, o semanário de humor e caricatura, o Pirolito : bate que bate começou a publicar-se, no Porto, em 24 de Janeiro de 1931. O título manteve-se até Janeiro de 1934, embora na colecção da Hemeroteca Municipal de Lisboa existam apenas os primeiros 56 números (até 13 de Fevereiro de 1932); são esses os números que ficam agora disponíveis na Hemeroteca Digital, aqui.
   
A direcção do jornal era assumida por Arnaldo Leite e Carvalho Barbosa, com a parte de humor gráfico a ser mantida (entre outros colaboradores) por Cruz Caldas: equipa em torno da qual, já em 1924, havia surgido um outro semanário humorístico do Porto, o CócórócóNo contexto de afirmação da Ditadura Militar, e na medida em que a censura o permitiu, o Pirolito esteve atento à conjuntura nacional e internacional, mantendo o discurso equidistante que deriva de um posicionamento político, expresso em editorial, intencionalmente vago, afirmando categoricamente a sua simpatia pelos homens da vanguarda e da retaguarda. Democrático – integralista, bolchevista, filiado no Centro Católico, monárquico do 31 de janeiro e bravo republicano do Mindelo, o nosso jornal, sendo das esquerdas e das direitas, confessa a sua predilecção pelo centro. Para saber mais sobre a publicação, consulte a ficha histórica, da autoria de Rita Correia, aqui.

Deixe um comentário

Filed under e-comix, referência

Um “comix bar” em Lisboa!

1512820_1518471111737699_6893231506325076773_n

Agora coinciliar uma cervejita com um petisco e livros de BD é mais fácil… pelo menos em Lisboa! É que abriu um “comix bar” no Bairro Alto, a Tasca Mastai, que se define como “Bar livraria especializada em Banda Desenhada e Ilustração”. É dirigida por um casal de italianos que no passado tiveram experiência idêntica em Bolonha. Desejamos toda a sorte para esta excêntrica ideia!

Deixe um comentário

Filed under mercado

+ expos de ilustração!

DEUTSCH_PT

Robert Deutsch na Dama Aflita, Porto.

convite FINALnatal

Na Abysmo, Lisboa

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, ilustração