Monthly Archives: Abril 2015

Quinta Zine II

TDTMLH1

Uma Quinta-Feira de novidades na Bedeteca de Lisboa só com zines! Que bom! Começamos com os “clássicos”:  A vara do açucar da meia noite e nos bordos dos peixes do grego Ilan Manouach, editado pela desaparecida Opuntia Books que nos habitou a graphzines com a melhor apresentação do mundo; e Deathgrind é um dos primeiros zines de Zé Burnay (outro desaparecido) cheio de BDs de Satanismos light, drogas de todo o tipo, Blues cheios de crime e toda a mítica “Americana”.

Do Clube do Inferno apareceram The day the masses left history (imagem) e Need more love ambos de Astromanta, sendo o último título uma continuação de Lovebirds; e Mori e Yonkoma Collection, dois títulos de Hetamoé cheios de poesia em BD. E por fim, da Arara apareceu o segundo volume de The Abolition of Work de Bruno Borges que é leitura perfeita para o dia de amanhã!

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

2º Encontro de Venda e Troca de BD usada na Tasca Mastai

11110867_10202586560185638_1222303386052560184_n

A Tasca Mastai organiza para o dia 3 de Maio (Domingo), das 12h as 20h, o 2º encontro de Venda e Troca de BD Usada que parece-nos um bom plano para quem não gosta de ir à missa, à praia ou ao Shopping…

Deixe um comentário

Filed under referência

Brutos 15 anos!

cartaz15mnrg

Não é só o L’Employé du Moi que faz anos, por cá temos a editora “só para gente bruta”, a MMMNNNRRRG, a festejar o “número feio”. Anunciaram uma série de actividades para Maio em que se destaca uma mini-tournê por Portugal e Espanha com bandas punk, “unDJing” e… livros!

Na última Feira Morta lançaram o novo número do zine Mesinha de Cabeceira e prometem a edição de novos livros de André Ruivo (imagem) e Aleksandar Zograf (o segundo volume de Mundos em Segunda Mão), e mais umas surpresas para o segundo semetre.

Entretanto detectamos que chegou à Bedeteca de Lisboa o terceiro volume d’AcontorcionistA, série de objectos gráficos e eróticos da autoria do misterioso Grupo Empíreo. Desta vez o objecto é uma colecção de postais e convites de casamento (!), e diga-se de passagem que as imagens estão cada vez mais… “Hardcore”!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, acontecimentos, bd portuguesa, ilustração, outros media

Zines da Morta

No passado fim-de-semana houve Feira Morta e topamos estas novidades, algumas delas até já estão disponíveis na Bedeteca de Lisboa!

FreakScene212

O segundo número do Freak Scene de André Pereira, publicado pelo Clube do Inferno, e a melhor forma de definir a BD publicada é com um diálogo dela:

– and let my masterplan crumble to pieces!? … Hell no!

– Yeah, about that… What exactly is that masterplan?

mesinhacabeceira26O número 26 do Mesinha de Cabeceira publica uma BD autobiográfica de Marcos Farrajota armado em “Zen de pacotilha” e tem capa do Dr. Urânio.

prt_220x229_1429180456

Violência Electro-Doméstica é uma colaboração entre Pato Bravo aka B Fachada aka Bernardo Fachada (a) e Xavier Almeida (d), um zine (graphzine?) impresso em gravura de uma BD que conta sobre… violência electro-doméstica! Já agora não podemos deixar de observar esta coincidência cósmica sem nenhuma maldade: ambos desenhos são em gravura, ambas publicações são desdobráveis e ambos tem o tema de… electrodomésticos!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

Doces 15 anos

65a9b13935da4a10ad1bf9602f55bb27

Chegou à Bedeteca de Lisboa o livro Sweet 15 que comemora os 15 anos de existência de L’Employé du Moi, um colectivo editorial de Bruxelas que já esteve no Salão Lisboa 2001 – fazendo um CD de música e BD para o evento, o projecto edM Recordzhoje verdadeira peça de colecção! A antologia leva o aniversário ao inverso, ou seja, invés de ser o público a oferecer algo à editora foram os aniversariantes que ofereceram esta bela prenda durante o Festival de Angoulême, cheia de BD bem “cool” em que os autores recordam quando tinham 15 anos…

Na Bedeteca ainda existem desta editora os livros Disparation e Etalage 2 para consulta e empréstimo.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira

Free Comic Book Day na Mundo Fantasma

620x413xnuno-sousa-sobrevida-1024x682.jpg.pagespeed.ic.Eu-U6lIGeR

No dia 2 de Maio a Mundo Fantasma comemora Free Comic Book Day, uma iniciativa promocional da indústria americana de BD. Joe Field teve esta ideia depois de reparar que a Baskin-Robbins dava os seus diversos sabores de gelados a provar à clientela. Como nos gelados, não existe apenas um género de BD achou que se desse comics a potenciais leitores, eles poderiam tornar-se apreciadores e voltariam para mais. A Mundo Fantasma aderiu a esta iniciativa desde o seu início, em 2002.

Na edição deste ano, além dos comics grátis —para o que basta aparecer e levar dois comics de oferta—, juntam a inauguração da exposição Intervalos, Lacunas e Imagens em Falta de Nuno Sousa (imagem), sessão de autógrafos e conversa com Marco Mendes sobre o seu último livro Zombie, o retomar de edições “small press” com a apresentação de uma série de livretos de Sama, Esgar Acelerado e Ricardo Drumond.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos

Copy/paste: Papá provoca Caos na Gulbenkian!

Segundo o jornal Público o director actual do Próximo Futuro, António Pinto Ribeiro, irá demitir-se da Gulbenkian e é dado como exemplos do “autoritarismo” a ordem para que não se vendesse na livraria da fundação o álbum de BD Papá em África, do sul-africano Anton Kannemeyer (cidade do Cabo, 1967), um dos autores que a Gulbenkian recebe a 15 de Maio, num debate promovido pelo Próximo Futuro

O livro, que o crítico do PÚBLICO José Marmeleira classifica como ácido e feroz em histórias e imagens, começa por parecer um pastiche de Tintin no Congo, de Hergé, mas acaba por se revelar, através de uma sátira mordaz ao autor belga que aqui é representado envelhecido a abater animais e até um africano negro, uma crítica violenta ao colonialismo e à sociedade afrikaner em que o próprio Kannemeyer cresceu. 

Elisabete Caramelo, directora de comunicação da fundação, confirmou ao início da tarde que Pinto Ribeiro pediu a desvinculação da fundação, o que foi aceite pela Administração. Quanto ao livro, garantiu que já está à venda e que foi apenas “retirado temporariamente para que se pudesse identificar que se trata de uma Banda Desenhada para adultos”.

Ao final da manhã de hoje, confirmou o PÚBLICO por telefone junto de um funcionário da livraria/loja, o álbum editado em Portugal pela Chile [sic] com Carne.

Deixe um comentário

Filed under referência