Déjà-vu

j2_dejavu2_39267751255f8686928baa

Até 3 de Janeiro está patente uma exposição na biblioteca de Serralves uma exposição de livros de artistas intitulada Déjà-vu. Repetição e diferença que mete alguma BD ao barulho segundo quem a viu e que a recomenda.

Apesar de reconhecida, a relação entre objetos triviais e arte tem sido pouco explorada no campo das publicações de artista. Esta exposição, que apresenta livros e edições de artista da Colecção da Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, confronta formatos editoriais oriundos da comunicação social e edições de artista. As coincidências formais denunciam claramente os primeiros como fontes de inspiração.

Uma segunda parte da exposição mostra o reverso deste tema: como designers, publicitários e consultores plagiaram, transformaram e reeditaram a estética da arte contemporânea, dela fazendo uso na sua cultura visual ao serviço do marketing.

Ambas as secções da mostra revelam estas correspondências colocando lado a lado “cópia” e “original”. São apresentadas publicações de artista desde os anos 1960 até à actualidade, paralelamente a revistas, livros, catálogos industriais, jogos, manuais escolares e enciclopédias do mesmo período.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, outros media, referência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s