A Prenda do Natal 2015:

EDITOR-CONTRA-capa2

Geralmente na literatura ou na BD são os autores que todos se lembram, para o bem e para o mal, e nunca dos editores. Focamos no caso do “mal” e imediatamente pensamos logo os autores que foram vítimas de perseguições judiciais (Sade, Oscar Wilde, Mike Diana), políticas (Héctor Oesterheld) ou de religiosas (Salman Rushdie, as vítimas do massacre da Charlie Hebdo) mas nunca dos seus editores. Aliás, dos editores só nos lembramos os que são sacanas, que roubam ou exploram os autores como a DC Comics e Marvel.

Editor Contra : Fernando Ribeiro Mello e a Afrodite lançado este mês pela Montag e de autoria de Pedro Piedade Martins será um dos livros mais interessantes deste ano a encontrar no triste mercado livreiro português, e mais importante, conta-nos muitas histórias: de Portugal, do próprio mercado livreiro, da literatura, do grafismo e até BD – já perceberam porque divulgamos aqui este magnífico livro! E claro, como é muito raro dá voz à história e ao papel de um Editor, caso raro em Portugal embora recentemente tenham aparecido algumas obras sobre estes agentes culturais – infelizmente muito perto dos seus falecimentos como André Schiffrin ou Vitor Silva Tavares.

Um “editor” à séria só pode ser “do contra” porque arrisca capital e a sua vida, ao contrário dos funcionários de secretária dos grandes grupos que lidam apenas com números e que não desafiam o poder instituído. Ribeiro Mello foi o dono da Afrodite, editora que criou no tempo do fascismo, tendo vários livros proibidos mas o que nunca o impediu de continuar a lançar algumas das edições mais bonitas feitas em Portugal. Muitas vezes as edições eram brilhantemente ilustradas por Eduardo Batarda (O Peregrino Blindado), Nuno Amorim (da Visão e actualmente realizador de cinema de animação), Henrique Manuel e Martin Avilez em que se sentia a influência da BD underground norte-americana mas também francesa.

Uma leitura a esta entrevista de Martins ao jornal I ajudará a compreender a importância deste Editor. Agora esperamos que alguém ofereça esta prenda de Natal à Bedeteca de Lisboa.

Deixe um comentário

Filed under mercado, referência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s