Mutantes sem conservantes

ImageProxy

Encontramos este texto na Konnen Säättiö que está a receber o autor Hugo Almeida (aka Mao) numa residência artística na Finlândia, a mesma que recebeu Marcos Farrajota em 2011 pelo que percebemos do último Mesinha de Cabeceira.

É raro encontrar textos (ou qualquer tipo de discurso) sobre o trabalho dos autores portugueses de BD e este é bastante interessante para percebermos as “pancadas biológicas” de Radiation ou do recente Colony Collapse DisorderAgora ficamos a saber que temos um “cientista louco” e um autor de BD saudável… que “mash-up”!

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under bd portuguesa, referência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s