Arte e Porno

nus_vestidos_01

Dois livros que mexem com Arte e Pornografia saíram ao mesmo tempo em Portugal por editores independentes no mês de Março, a saber:

Not so Nude – Nus Vestidos (imagem) pela Serrote (a autoria será do “boss” da editora, Nuno Neves?) é uma homenagem a Daniele da Volterra – “o pinta-cuecas”, odiado pintor maneirista italiano, encarregue de cobrir a genitália das personagens do Juízo Final de Miguel Ângelo na Capela Sistina, com andrajos e folhas de figueira, daí a sua alcunha. O autor deste livro foi além das recomendações do Concílio de Trento (que condenou a nudez na pintura religiosa e que empregou Volterra) e desenhou, a esferográfica, roupa interior em treze nus reclinados da pintura profana. Odaliscas, deusas, ninfas, amantes, prostitutas e esposas, expostas nas paredes de museus famosos, ficaram assim, de um momento para o outro, vestidas com combinações, camisas de dormir, soutiens, cuecas e meias.

IMG_5857

Harvested pela MMMNNNRRRG é da autoria do autor de BD, artista e músico Ilan Manouach que é baseado em conteúdos encontrados, uma selecção arbitrária de filmes adultos. (…) reunido por um grupo descentralizado de parceiros e foi filtrado por uma população anónima de “microworkers”. (…) Mais de dois mil filmes adultos foram colhidos em grandes quantidades de sítios em linha p2p directamente para um servidor. (…) Este lote de imagens foi submetido a serviços de crowdsourcing que permitem coordenar inteligência humana aplicada a tarefas que os computadores ainda não conseguem fazer. Um grupo seleccionado de “microworkers” foram recrutados para filtrarem estas milhares de imagens de acordo com uma instrução conscientemente vaga: se nelas apresentavam ou não arte contemporânea (…) Esta “Colheita” mostra-nos à superfície quinhentas obras de arte encontradas em casas, estúdios, cenários de filme e outras heterotopias da indústria de filmes adultos. (…) Se as pinturas do IKEA são penetrantemente dominantes, podem-se encontrar trabalhos de mestres modernos como um rapinanço de Fernand Leger, um desconhecido Joan Miró, Castelo e Sol de Paul Klee mas também obras contemporâneas como Quote, 1964, uma impressão de Robert Rauschenberg, uma série de pinturas de Mark Rothko, School of Fontainebleau de Cy Twombly e até algumas réplicas de Frank Stella e Lucio Fontana.

Manouach estará este mês em digressão por Portugal com o acordeonista suiço Jonas Kocher – projecto Exhaustion – e irá apresentar também este livro já disponível na Bedeteca de Lisboa. As datas da tournée incluem Lisboa (15 Maio, Zaratan), Montemor-O-Novo (16 Maio, Oficinas do Convento), Caldas da Raínha (17 Maio, Club Parqe) e Porto (18 Maio, Sonoscopia).

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, ilustração, outros media

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s