12º Festival de Beja

FIBDB2016

Mais uma edição do simpático Festival Internacional de BD de Beja com muitos convidados estrangeiros e portugueses e respectivas exposições, para agradar gregos e troianos como o argentino Eduardo Risso (para os fãs de super-heróis e afins), uma exposição retrospectiva do falecido Estrompa, o espanhol Paco Roca (de Rugas), o Quarto de Jade (Maria João Worm e Diniz Conefrey), Sónia Oliveira, sendo que o nosso destaque vai para Tiago Baptista que além de ser dos autores de BD portugueses mais consistentes deste novo milénio, irá lançar um novo Toupeira Comix.

No entanto tal como no ano passado a programação apresenta-se sem surpresas. É sempre um prazer rever um autor de alto calibre como o francês Edmond Baudoin mas relembramos que ele já passou duas vezes pela BD Amadora nos últimos seis anos e em 2000 (quando ninguém queria saber dele) no Salão Lisboa, tal como o brasileiro Marcelo D’Salete também nos visitou o ano passado na polémica mesa-redonda da Gulbenkian. É claro que se justificam estas repetições dos autores por estes terem livros seus editados em Portugal, especialmente no caso de Baudoin que só no ano passado é que teve a A viagem em português.

O mais grave e o erro maior do ecletismo deste evento testemunhar a preocupação em convidar autores angolanos ao mesmo tempo que apresenta o pós-colonialismo de Jim Del Monaco (como aconteceu no ano passado numa miserável exposição sem originais) ou o mau-gosto das produções de Filipe Melo – será lançado um livro sobre Guerra da Guiné que na sua acção promocional incita o encontro deste tema delicado com… Vampiros!!! Teme-se o pior mesmo que já se saiba que não vão aparecer as criaturas sobrenaturais…

A grande novidade será o novo espaço físico abraçando exclusivamente o Centro Histórico da cidade a começar pelo Pax Julia – Teatro Municipal, o núcleo principal desta Festa da BD, e onde se centrarão boa parte das exposições e da programação paralela. O primeiro fim-de-semana (27, 28 e 29 de Maio) será completamente preenchido com a apresentação de projectos, sessões de autógrafos, conversas, concertos desenhados, lançamento de livros, workshops, etc., e reunirá todos os autores representados nas 23 exposições patentes ao público.

Como não podia deixar de ser, o Festival também terá à disposição dos visitantes o Mercado do Livro (a maior livraria do país durante este período) e uma zona comercial com várias tendas instaladas, no Largo do Museu Regional. E muitos espaços com refeições e petiscos!

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s