Monthly Archives: Dezembro 2017

Guimarães Jazz BD

21318855_1535673969824799_1121507466653197670_o

Não é a primeira vez nem será a última, esperemos nós, que vemos André Coelho a realizar um trabalho sobre Jazz. Já aconteceu o Guimarães Jazz 2017 mas só agora é que a Bedeteca de Lisboa recebeu o seu catálogo onde encontra-se uma BD de Coelho a adaptar um texto de Ivo Martins, o programador do evento. É pena não sabermos desta BD durante o festival para divulgá-lo aqui. Em compensação fica no acervo da Bedeteca uma bela e rara de uma BD existencialista para o século XXI! Não há muitas assim…

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa

Areia para os olhos

sandman-capas

Infelizmente não somos muito dogmáticos a defender os nossos boicotes… e Sandman de Neil Gaiman [et al.] merece um “post” aqui devido à qualidade da obra, como refere Pedro Moura no seu blogue. Começaram a chegar à Bedeteca de Lisboa os vários volumes da colecção Sandman que saiu o ano passado no jornal Público.

Entretanto, surgiu também na Bedeteca de Lisboa a mini-série Sandman : Overture por Gaiman (a) e J.H. Williams III, um “comeback” tão inútil como cheio de fantasia visual. Verdadeira areia para os olhos…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira

Quinta da Esperança

eef707cc342c4e43b6e2f342492904a4Esta Quinta-Feira das novidades na Bedeteca de Lisboa chegaram dois livros da série Book of Hope do finlandês Tommi Musturi – autor que nos visitou recentemente e que ainda tem a sua exposição patente até ao fim do ano na Mundo Fantasma.

Este “Livro da Esperança” já cá andava pela Bedeteca mas sempre na impossível língua finlandesa e finalmente vamos poder ler qualquer coisa desta “série” que foi publicada integralmente este ano em inglês pela importante editora norte-americana Fantagraphic Books!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira

Eu irei destruir todos os planetas civilizados

61PXH3kqMFL._SX258_BO1,204,203,200_É clara a falta de investimento na Bedeteca de Lisboa. Se por um lado o Depósito Legal e várias ofertas alimentam a biblioteca com as novidades editoriais portuguesas e algumas curiosidades, por outro lado aquisições no campo dos livros de referência – “uma coisa” que ninguém se atreve a editar em Portugal com raras e muito espaçadas excepções – então não há nada há anos!

Daí que nos tenhamos de contentar com esta oferta, do tipo “lixo mental” que é este Regrettable Supervillains por Jon Morris, que recolhe uma listagem de personagens embaraçosas de tão kitsch e parvas que são: abelhas nazis, vários tipos de “satananâs”, fumadores de ganza, maus poetas, homens genéricos (esses são os piores segundo Hannah Arendt ou John Ralston Saul).

A fantástica frase deste “post” não é do Donald Trump mas sim “Lepus the fiend” (que se encontra neste livro), uma criação louca do recuperado Fletcher Hanks.

Já agora, há um mês que os livros de referência na Bedeteca não podem ser mais emprestados ao domicílio, excepto os títulos com exemplares repetidos. Ou seja, só podem ser consultados no local. Segundo nos disse um funcionário da instituição, foram registados muitos atrasos em entregas deste tipo de publicações, para além de que alguns que desapareceram (falta na devolução da parte dos leitores). Dada a falta total de investimento na compra de livros, especialmente de referência, preferiram “protegê-los” do empréstimo para que estejam sempre disponíveis a investigadores. Parece-nos bem…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, referência

Make Life Great Again até ao final do ano

Screen Shot 2017-11-21 at 00.35.23

As bandas desenhadas do finlandês Tommi Musturi são quase sempre mudas (sem texto) e de uma comicidade camuflada. Acima de tudo é um humanista que apresenta o seu mundo e as suas personagens de todos ângulos de forma a girá-los num círculo em que a verdade apresenta-se sempre em mutação. No ano de 2011 ganhou o prémio principal da BD finlandesa, Puupäähattu, pela Sociedade Finlandesa de BD. Os seus trabalhos tem sido exibidos e publicados em mais de 10 países – como o The Books of Hope editado pela importante Fantagraphic Books.

O autor esteve presente no Porto no primeiro fim-de-semana deste mês para inaugurar uma exposição de originais de BD e outras imagens na galeria da Mundo Fantasma, onde estará patente ao público até ao último dia do ano.

(…) Tommi Musturi nasceu em 1975, é um dos autores mais excitantes num país onde onde surgem dezenas de autores excitantes! Desde miúdo que é um activista, começou por editar nos anos 90 singles de Noise Rock e zines de BD sob a chancela Boing Being, em que se destaca a antologia Glömp cujo último número explorou narrativas em três dimensões – número experimental, luxuoso e basilar que teve direito a uma exposição que passou pela Bedeteca de Lisboa em 2009.

Apesar de viver em Tampere é um dos elementos mais activos do atelier Kuti Kuti (de Helsínquia) que edita o muy psicadélico jornal de BD Kuti – um caso único no mundo, diga-se de passagem. No caso português participou nas antologias Quadrado (3ª série, Bedeteca de Lisboa), Mesinha de Cabeceira Popular #200 e no MASSIVE – ambas da Chili Com Carne. Foram também publicado os livros To a stranger (Opuntia Books; 2010) e Beating (MMMNNNRRRG; 2013) dedicados à sua obra gráfica. Já nos visitou várias vezes entre elas na Feira Laica na Bedeteca de Lisboa (2009) e no Festival de BD de Beja (2014).

Os livros Caminhando Com Samuel e Simplesmente Samuel, com edição em nove países, têm lhe granjeado fama internacional, sendo que o primeiro título foi uma das obras seleccionadas para o livro de referência 1001 Comics you must read before you die.

Uma organização Mundo Fantasma / MMMNNNRRRG, com o apoio do Finnish Literature Exchange.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, bd estrangeira

Feliz Natalixo

Thank you Mr. Kolchalka

Deixe um comentário

Filed under outros media

Canadá criminoso

extraction_coverSM

Ninguém pensa no Canadá como um “segundo Estados Unidos”, ou seja, um país imperialista e beligerante. Mas é realmente um “segundo Estados Unidos” no que diz à falta de respeito a temas ecológicos e dos povos indígenas. É o que Extraction! Comix Reportage, da editora Ad Astra Comix, nos relata. Antologia de BD em forma de reportagem que trata dos comportamentos desregulados e criminosas das empresas mineiras do Canadá.

Participam uma série de jornalistas e autores de BD, claro, a saber: Joe Ollmann, Ruth TaitStanley Wany (que esteve na BD Amadora deste ano e daí o aparecimento deste livro na Bedeteca de Lisboa) e Phil Angers… E ainda com participações de Marc Tessier (também presente na Amadora), Jeff Lemire e Carlos Santos.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira