Stop the Press (20)

whatsapp_image_2019-02-28_at_18.40.11

Disseram: Bloco comemora 20 anos com comício e lançamento de revista Esquerda. O comício, a 9 de Março, no Mercado de Culturas, em Lisboa, e com início às 15h30, contará com intervenções de Fernando Rosas, Francisco Louçã, Luís Fazenda, Marisa Matias e Catarina Martins e com um momento musical com Fado Bicha e OMIRI. Durante a iniciativa será lançada a revista anual Esquerda, que irá para as bancas na semana seguinte. Mas a máquina capitalista é mais rápida e a revista já se encontrava nas bancas dias antes. Entretanto chegou um exemplar à Bedeteca de Lisboa e confirmamos que graficamente parece a Nova Gente em formato A3, um verdadeiro peixe morto quando se pega na dita cuja.

Confirma-se que apesar da “esquerda” (seja anarca ou académica) estar a apostar na BD nos últimos anos para converter as massas incultas (é para isso que a BD serve como bem se sabe!), ainda tem muito para recuperar em matéria de imagem e grafismo – o que é até triste se formos a pensar que tinham um património gráfico duramente ignorado nas últimas décadas.

Quanto à BD, se as “Batalhas e Mondes” chafurdam no “indie ‘tuga” trazendo à baila a Chili Com Carne, a Estrela Decadente, a Sapata Press ou ainda outras produções artísticas escatológicas e marginais através de resenhas críticas, ilustrações e BDs, já a Esquerda é um bocado mais confusa. Por um lado publicam uma BD inédita do saudoso Fernando Relvas e da sua esposa Nina Govedarica* mas por outro escrevem sobre Destemidas – Mulheres que só fazem o que querem de Pénélope Bagieu, daqueles produtos neutros e fofinhos produzidos pelo natural Nemesis da Esquerda (vulgo, o “Grande Capital”) via Gallimard, Levoir e jornal Público. É sabido que o pós-modernismo fez mal à Esquerda mas tanto…

*Detalhe curioso: a BD não é creditada com uma autoria explícita daquela divisão clássica de tarefas, ou seja, o argumentista e o desenhador. Terá sido a BD escrita por Relvas e desenhada por Govedarica? Ou terá sido feita a “quatro mãos” como as duplas Dupuy-Berberian, Max Andersson e Lars Sjunnesson (em Cão Capacho Bósnio), Gigi i Gigi ou Ruppert & Mulot? Seria muito interessante saber isso…

Deixe um comentário

Filed under bd portuguesa, press center, referência

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s