Monthly Archives: Julho 2021

Óculos escuros

Chegou à Bedeteca de Lisboa mais um livro do norte-americano Peter Kuper. Eye of the Beholder é uma colecção das perfeitas BDs mudas de quatro vinhetas do autor publicadas no New York Times nos anos 90. Quase ou nada mudou nos temas aqui abordados, continuamos a ser uma sociedade de sonhos pobres alimentados pela sociedade de consumo. A capa do livro é um “template” do seu interior. Boa leitura!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, silly season

Novo Opuntia

O regresso da Opuntia Books é real, novo título para quem gosta de Art Brut!

Deixe um comentário

Filed under ilustração, outros media, zines

Os 25 dos 25 pelos 25 (Daniel Lima)

Depois da divulgação da obra Leituras Desenhas : Uma celebração dos 25 anos da Bedeteca de Lisboa, a Junta de Freguesia dos Olivais – que gere a Bedeteca de Lisboa e que tem como logotipo institucional um desenho digno para uma cabeleireira – inicia um ciclo de apresentações com alguns dos artistas envolvidos. O primeiro encontro será com Daniel Lima amanhã às 16h no Facebook da JFO. Fique a conhecer um pouco do seu percurso artístico, da sua ligação à bedeteca e à obra/ autor escolhidos como inspiração para este projeto – neste caso a Krazy Kat de George Herriman (1880-1944).

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, referência

A Viagem pela Vida

A invasão zapatista já começou. No início de Maio, uma delegação saída de Chiapas fez-se ao mar a bordo da Montanha Zapatista e, durante 50 dias, atravessou o Atlântico rumo à Europa. A 20 de Junho avistaram as costas da Península Ibérica e, a 22 de Junho, desembarcaram em Vigo, onde foram recebidas por centenas de pessoas. Deu-se assim início a esta invasão inversa, feita de centenas de encontros com as lutas e resistências de toda a Europa, agora rebaptizada “Terra Insubmissa”.

Para contar esta viagem, a desenhadora francesa Lisa Lugrin tem vindo a publicar uma banda desenhada sobre a vinda dos Zapatistas à Europa em diferentes medias. Numa colaboração entre a Flauta de Luz, o Jornal Mapa e a Guilhotina.info, publicando de 4 em 4 dias as traduções de Júlio Henriques para português das suas pranchas.

Deixe um comentário

Filed under bd estrangeira, e-comix

Kurt Westergaard (1935–2021)

O cartoonista dinamarquês Kurt Westergaard faleceu no passado dia 14 de Julho após sofrer uma longa enfermidade (não divulgada). Foi um dos doze desenhadores polémicos sobre Maomé (o fundo da foto) em 2005. A polémica resultou que a sua vida ficasse em perigo tendo o autor passado a viver com guarda-costas e em endereços secretos. A mais terrível consequência foi, passados 10 anos, o massacre na redação do Charlie Hebdo. Mas a pior de todas as consequências será ter inspirado a islamofobia do Louro e dos seus acólitos.

Deixe um comentário

Filed under cartoon, obituário

Património

 
Acontece daqui a 4 horas a conferencia Jornada sobre Preservación del Patrimonio del Cómic Ibérico y Latinoamericano cujo objectivo é conhecer a actual realidade do património da BD em vários países ibéricos e latino-americanos. Para além disso serão incluídas uma série de gravações realizadas por Daniel Tomás que podem ser vistas no canal de Youtube com várias instituições onde iremos encontrar a Bedeteca de Lisboa representada por Marcos Farrajota.

A mesa redonda conta com Álvaro Pons (Espanha), Claudio Aguilera (Chile), Laura Nallely Hernández (México), Manuel Barrero (Espanha) e Waldomiro Vergueiro (Brasil).

Deixe um comentário

Filed under referência

Western Spaghetti

402b71eb138d408f84528ce839ca8e36

Caramba, é “silly season” e a Bedeteca de Lisboa adivinhou a leitura perfeita para esta época com dois álbuns de Cuttlas de Calpurnio que é um western à séria, não é como aquelas mariquices do Tex. Aqui sim há gajos maus como as cobras, homens de barba rija, índios à fartazana para serem massacrados, donzelas virgens e… Kraftwerk!

Série criada em 1983 percorreu toda a nata de publicações espanholas, de revistas de BD como a Makoki ou El Víbora como jornais e revistas. Em Portugal só o conhecemos porque vinha na mítica revista brasileira de BD Animal. Com tanta espanholada chata que se edita por aí quando é que publicam esta belezinha?

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, silly season