Esse país exótico

Light e previsível como uma “boa novela gráfica” dos “dias de hoje”, eis uma BD sobre a PIDE e o Estado Novo mais uma vez feito por um estrangeiro. Há um fascínio internacional pelo nosso fascismo tão interessante como os que gostam no “nosso” sol, cerveja barata e pastel de nata. Ao som do fado do espanhol Nicolas Barral saiu o ano passado na Colecção Novela Gráfica que bem ignorámos, e com razão. Convenhamos, é um produto “todo público”, bem feitinho e bem investigado. Podia ser pior…

Olhando para estes três livros aqui “hiperlinkados”, eles dizem muito de nós, portugueses. Um, que não ligamos à nossa História; e dois, que os autores nacionais de BD não sabem fazer dinheiro porque invés de fazerem estes “produtos todo público” que agradam a “todos” preferem fazer BDs medíocres de Fantasia e afins. Por outro lado, talvez seja melhor assim, não iriam eles fazer desastres ecológicos como este.

2 comentários

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira

2 responses to “Esse país exótico

  1. RM

    Caro bibliotecário anónimo,
    Subscrevo inteiramente as suas palavras. Mas, lixo ecológico como “Os Vampiros” continuará a existir e a dar lucro às editoras, mesmo que quase ninguém o leia e quase não existam leitores-compradores para o mesmo. Enquadro: desde que o tema esteja em consonância com o programa educativo-ideológico definido pelo Ministério da Educação/Governo, o livro passa a constar do PNL , e isso é meio caminho andado para ser comprado por grande parte das 303 bibliotecas municipais que constituem a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas. Ou seja, o risco do investimento é reduzido com a certeza de compra de grande número de exemplares com o dinheiro dos contribuintes. Obviamente que não se pode culpar as editoras por quererem ganhar dinheiro. Tal situação deve-se à falta de conhecimentos sobre BD que têm os bibliotecários responsáveis pelas aquisições para as bibliotecas. Ó bibliotecário anónimo: ensine-os! Ass. O colecionador de autógrafos improváveis.

  2. Feira Laica

    é simples: consultei a bedetecaideal.worpress.com e ignorem o ridículo PNL que vincula sexismo e racismo e mau-gosto generalizado.

    não somos bibliotecárias anónimas, apenas amigas da Bedeteca…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s