Category Archives: bd portuguesa

Filipessage

finissage felizardo facebook eventheader size.jpg

Hoje, fim da exposição do Mucomorphia de Filipe Felizardo no Bar Irreal com uma divinação com Daniela Rodrigues.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, bd portuguesa, zines

Estrela Decadente talvez até Julho!

27858593_1994570144202869_7171462215659446465_n

A única coisa realmente importante dessa capital prostituída chamada Lisboa vai acabar! As noites da Estrela Decadente, agora num segundo ciclo de programação intitulada de Assalto ao Banco, no espaço O Banco, tem os dias contados até ao final do mês de Julho!

Todas as Quintas-Feiras lançam um fanzine (já vai no número 52!) com a BD mais ousada em Portugal. Descomprometida, boémia e avacalhada sem deixar de ser artsy-fartsy (coisa que os seus colaboradores não poderão negar por mais que queiram) será um caso único de energia criativa vindo de autores como o Gonçalo Duarte, Sar (organizador da Feira Morta), Simão Simões e Xavier Almeida, que criaram este projecto no verdadeiro espírito do ideal colectivo.  Para além disso há performances, concertos e DJing com o mítico Xico da Ladra.

Infelizmente acabou há duas semanas a exposição mutante “Bienal de Arte Burra”, que inclui originais de BD degenerada. Sente-se que se está a chegar perto do fim. Lisboa pode arder toda desde que se safe este sítio!

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, bd portuguesa, outros media, zines

Carola

acusmatica

Chegou à Bedeteca de Lisboa o livro de autor Acusmática de João Carola lançado na última Feira Morta que foi na Escola Ar.Co. Justamente foi na escola que Carola realizou esta BD sob orientação de Amanda Baeza na aula de Desenho Narrativo. Pequeno grande exercício de rara beleza, a edição é cuidada e só foram feitos 30 exemplares deste título.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

Quireward na Bedeteca

Quireward # 03

Chegou à Bedeteca de Lisboa o novo número do fanzine Quireward, publicação impressa em risografia e dirigida por Pedro Moura. Planeado para ter continuação em que este académico convida artistas para desenhar histórias concebidas por ele, este será o número mais sólido a nível gráfico e do qual destacamos a nova série de Ficção Científica de André Pereira.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

Viva! Zines Old School!

Photo 39

A Bedeteca de Lisboa recebeu três zines novos, a saber:

  • Doce Êmese Canibal #1 – inesperado fanzine de Mário André que encheu de BDs politicamente empenhadas! Pedidos para mbandre56 @ gmail . com. Punk q.b.!
  • O número treze de É Fartar Vilanagem, fanzine de Alexandre Esgaio que recruta um batalhão de gente para humilhar os super-heróis (tema deste número) como Alexandra Ramires, Matilde Feitor, Sandro Ferreira, Ana Dias, entre outros…  – os números anteriores deste título estão na Bedeteca.
  • O número nove do Olho do Cu, especial “Metal dos Hospitais”, sempre divertido e energético!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

Afinal Guimarães também tem piada…

Deixe um comentário

Junho 21, 2018 · 09:34

Seis Madokas

MM06_Capa_ExteriorChegou à Bedeteca de Lisboa o sexto e último volume da série Madoka Machina de André Pereira que prova ser um dos grandes talentos da nova geração de autores de BD portuguesa em registo Pop.

Sinopse: A IV Revolução Industrial já passou: democratizou-se a magia com recurso a várias aplicações para-smartphone e a transmutação do mercado num senciente digital unificou a sociedade através da tecnologia; todos nascem iguais e com acesso à Internet. Madoka Machina acompanha a relação amorosa de uma tríade de jovens adultos que tenta integrar-se numa sociedade onde o Estado foi chutado para canto e o assalariado é um ser em vias de extinção no mercado de trabalho. Ter poderes de transfiguração – sejam eles delegados através de misticismo arcaico ou comprados na última promoção online – e a habilidade de dobrar a realidade para se atravessar para o outro lado não ajuda tanto quanto se esperaria. 

Esta série de livros são dos poucos títulos relevantes da Polvo nos últimos anos mesmo sendo apenas uns livritos à Primata. (Per)seguimos Madoka, durante dois anos, como se fossemos um “troll” e rendeu! BD cyberpunk sem male powertrips que cumpre o que se espera da Ficção Científica: que ela critique o presente fingindo-se futurista.

Obra seleccionada para a Bedeteca Ideal.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa