Category Archives: miúdos

Os miúdos ainda curtem isto?

5bb1cbb09bf7461e88f6a4d69c36aa31A Asa e o jornal Público vão lançar uma colecção semanal dedicada à série Spirou e Fantasio que tenha o dedo autoral do mestre Franquin (1924-1997), nas Quarta-Feiras de 24 de Abril a 3 de Julho. Composta por 11 álbuns duplos a cores e de capa dura, custa 11,99€ cada um.

Não sabemos se as primeiras quatro BDs curtas de Franquin – que usamos para ilustrar este “post” – estão incluídas nesta colecção. Realizadas entre 1948 e 1950, substituindo (outro mestre) Jijé, Franquin ainda é um autor desconhecido, sendo que já se notam os seus tiques que serão celebres em Gaston Lagaffe ou nos álbuns mais emblemáticos do Spirou: expressividade corporal, acção extravagante, co-existência dinâmica entre humanos e animais, etc…

Spirou é uma máquina belga de fazer dinheiro mesmo usando aquela fatiota ridícula de paquete de principio de século XX – cujos hotéis de Lisboa voltaram a usar para sinalizar bem o estatuto de trabalhador humilhado – e vivendo num mundo que já não existe, leva-nos a questionar se esta colecção é destinada para crianças ou para agradar os “bedófilos” saudosistas. Considerando que esta obra foi seleccionada para a Bedeteca Ideal e as edições portuguesas sempre foram caóticas e incompletas, pelo menos fica bem numa Bedeteca pública.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, miúdos, press center

Filminhos em Abril

A Zero em Comportamento continua a passar as suas sessões de cinema da crianças intituladas Filminhos Infantis à Solta pelo País pela Biblioteca dos Olivais. A próxima sessão está programada para HOJE, às 15h30, proporcionando deste modo uma oferta diferente não só à população local, mas também a todos de fora que pretendam usufruir deste maravilhoso espaço.

Entrada: 3€ por pessoa.

Deixe um comentário

Filed under cinema de animação, miúdos

Quinta da Monstra

7fff48a3f2014fc383186ede6a314cf0Nesta Quinta-Feira das Novidades na Bedeteca de Lisboa chegou o segundo volume da série publicada cá pela Saída de Emergência – bem escolhido, diga-se, no meio de tanta trampa da Image. Monstress de Marjorie Liu (a) e Sana Takeda (d) é uma série de BD de Fantasia com a vantagem óbvia de incluir gatinhos fofinhos com três caudas.

Há duas formas de olhar para isto, ou dizer que as mulheres conseguem ser tão xungas como os homens (há palavrão e algum sangue, o que define as fantasias masculinas) apesar de não haver homoerotismo bárbaro; ou, que conseguem ser ainda ser melhores porque conseguem ser mais imaginativas que as outras tretas de Fantasia feitas por homens, embora tudo isto lembra um “mash-up” entre o “steampunk” de Miyazaki com o artesanato de Frezzato. Para quem tiver paciência histórias de bons e maus, ou seja, BD para miúdos… e miúdas!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, miúdos

Quinta do Espectro

396d713b04464a3da45210166657f5baTriste Quinta-Feira das Novidades na Bedeteca de Lisboa. Esticamos a nossa corda para algo que pouco nos diz, fantasias com fantasmas mas reconhecemos, dentro da onda gótica-trashy, que Jardim dos Espectros de Fábio Veras está muito bem feito tecnicamente, digno do melhor do que se faz dentro do género, podia estar publicado nos EUA.

Sinopse: Núvia é o jardim que acolhe centenas de almas que já pertenceram a este mundo. Mas por alguma razão, este local, que fora o mais visitado da cidade, é agora tabu na boca da população. O que fora um jardim alegre e cheio de vida, é agora palco de acontecimentos invulgares. Hoje poucos ousam entrar. Mas um forasteiro, assim como é tratado, parece não temer os segredos tão bem escondidos por entre os ramos das árvores. Saberá mais do que aparenta?

Admitamos que a história é uma treta mas não ofende como os “melos” da vida. Quem publica “comercial” que esteja de olho neste “puto”! E sobretudo arranje um bom argumento para ele – o que duvidamos muito que venha a acontecer.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, miúdos

Boneco Rebelde

bonecos

Só agora percebemos da nova reedição de Boneco Rebelde, de Sérgio Luís apresentada no mês de Novembro de 2018, numa iniciativa da Câmara Municipal de Leiria.

Considerado um dos trabalhos marcantes de Sérgio Luís (1921-1943), o Boneco Rebelde foi originalmente publicado na revista O Papagaio, na década de 40 do século XX, e entrou num pioneiro filme português de animação, de 1941, assinado pelo autor.

Sérgio Luís foi, com o irmão Guy Manuel (1923-1943), um dos precursores da animação em Portugal, sendo ambos filhos do também artista Luís Fernandes. Com o lançamento da colecção em Leiria, um dos seus mais famosos trabalhos pode agora ser recordado. (…) A aposta na edição surgiu na sequência da exposição ReBelDes: desde Abril de 2017 que nas ruas de Leiria estão expostos pormenores da obra gráfica dos irmãos Sérgio e Guy, num trabalho que liga o Museu de Leiria e o Arquivo Distrital e que mereceu o Prémio de Marketing Cultural, atribuído já este ano pela Associação Portuguesa de Museologia. “Os nossos visitantes demonstram sempre um grande entusiasmo com esta personagem e com a vida do seu criador, Sérgio Luís” e, por isso, “esta exposição deixou clara a necessidade de se publicarem os volumes das aventuras do Boneco Rebelde, em versões que garantam o seu usufruto pelos novos aventureiros”. (…)  Nesta edição constam os volumes Aventuras do Boneco Rebelde, O livro mágico, O Boneco torna a sair do frasco, A ilha misteriosa e o catálogo ReBelDes: Sérgio Luiz e Guy Manuel.

Relembramos aqui da exposição que esteve na Bedeteca de Lisboa há 20 anos atrás e que sobreviveu num outro luxuoso catálogo.

Deixe um comentário

Filed under bd portuguesa, cinema de animação, miúdos, referência

Monstrinha pronta para marcações

image001

+ infos aqui

Deixe um comentário

Filed under cinema de animação, miúdos

Kids

esther

A Gradiva apresenta o primeiro volume de O Diário de Esther, uma edição inspirada em pessoas reais: todos vão querer conhecer a criança de 10 anos cheia de imaginação que esta obra retrata. O que pensa sobre a escola, os amigos, a família e os ídolos? E o que não diz ela aos seus pais? Vale seguramente a pena saber: a mente de uma criança é cheia de surpresas! E nada melhor do que um diário para conhecer tudo. Ao mesmo tempo que diverte, esta obra é um retrato sobre os jovens de hoje, espelhando a sociedade que temos.

Riad Sattouf, nasceu em Paris em 1978, é autor de banda desenhada e ainda cineasta. Passou a sua infância na Argélia, na Líbia e na Síria, onde recebeu uma educação muçulmana. Regressa a França com 12 anos de idade, prosseguindo os seus estudos primeiro em Cap Fréhel e mais tarde em Rennes, onde obtém formação em Belas-Artes. É actualmente um autor de BD de grande sucesso, tendo assinado, entre outras obras, O Árabe do Futuro, Retour au collège, Pascal Brutal ou La vie secrète des jeunes, que publicou semanalmente em “tiras”, entre 2004 e 2014, na revista Charlie Hebdo.

Deixe um comentário

Filed under bd estrangeira, miúdos