Category Archives: press center

Collector’s item

Captura de ecrã 2019-05-08, às 18.29.06

Saiu o mês passado a página de BD que saltita de dois em dois meses no jornal Le Monde Diplomatique – Edição Portuguesa. Uma bela peça de Cecília Silveira, a “boss” da Sapata Press. Problema: os chineses metem a pata em todo o lado e saiu com um erro gráfico – uma sobreposição de um detalhe da BD anterior de Manuel João Neto e André Coelho. Como a malta é diplomática republicaram este mês a BD em condições e especulamos que o número que tem o erro se torne muito valioso para ajudar as nossas reformas!!

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under bd portuguesa, press center

A leitura dominical

juizdreddapresenta_aleidecanon_coverbg

Lá para trás, entre 2014 e 2016, houve distribuição da revista britânica 2000 AD / Judge Dredd nas bancas portuguesas, e até d’A Lei de Canon, um número especial com histórias da série Canon Fodder (LOL!) criada em 1993 nas páginas da 2000 AD inglesa, com argumento de Mark Millar e desenho de Chris Weston.

A primeira história foi popular entre os leitores mas Millar mudou o seu foco de atenção para a indústria norte-americana de “comics” e coube a Kek-W o argumento da segunda BD publicada em 1995. Devido a uma disputa de direitos autorais sobre a personagem entre Millar e a editora, esta segunda incursão foi o ponto final da série, verdadeira macacada trash divertida para quem amanhã irá à missa da manhã e precisa de “descarregar”. Basta ler a sinopse para perceber isso:  O Dia do Juízo Final chegou e Deus não apareceu. Os mortos ressuscitaram na Terra e o crime atingiu limites estratosféricos. Para enfrentar o desarranjo, a Igreja e a polícia se juntam e criam uma força implacável: a Patrulha Paroquial, liderada por Canon Law! Num cenário tão conturbado, os criminosos se tornam apenas pecadores a serem sumariamente eliminados. E é então que, em meio ao caos, Sherlock Holmes, Sigmund Freud, Albert Einstein, Júlio Verne e muitas outras mentes brilhantes se reúnem na tentativa de descobrir o que realmente aconteceu com o Criador.

Amanhã vai ser um bom Domingo porque este “especial” apareceu na Bedeteca de Lisboa, podendo ser requisitado para ser lido em casa num sofá herege!

Deixe um comentário

Filed under bd estrangeira, mercado, press center, silly season

Kuvittaja

61742041_2435155623185878_2772500732161556480_n

A Bedeteca de Lisboa recebe trimestralmente a revista Kuvittaja da Associação Finlandesa de Ilustradores – a mesma que trouxe ao Palácio Galveias em 2008 a bela exposição Truth or Tales. Não percebemos pevas de “suomi” o que nos deixa chateados porque se há uma coisa que se percebe logo com esta publicação é que os finlandeses tem ilustradores com muita boa qualidade. Só pelas imagens vale a pena folhear esta bela revista para ilustradores que querem estar actualizados… visualmente!

1 Comentário

Filed under acervo da bedeteca, ilustração, press center, referência

Quiz!

A Bang! é:

1) um título de uma revista francesa de referência sobre BD e imagem?

2) uma revista espanhola de informação e estudo de BD?

3) uma revista portuguesa sobre Fantasia e Ficção Científica?

Resposta: todas as respostas estão certas! Deve ser o título mais abusado do planeta sabe-se lá porquê…

bang-9-portada-150A “versão” espanhola mostra que em Espanha há uma enorme tradição de estudo da BD que chegou até aos dias de hoje… Neste caso foi criada pelo respeitado crítico, investigador e editor Antonio Martín e existiu entre 1968 e  1977 sendo que a Bedeteca tem todos os números entre o 7 e o 13 mais quatro números especiais de reedição de clássicos da BD espanhola. Numa consulta supercial é engraçado encontrar artigos de 1972 sobre o Mercado de San António (em Barcelona) que ainda hoje é um centro de mercado colecionista para tarados bedéfilos e outros animais nostálgicos, sobre o complicado mercado dos argumentistas com uma fotografia de Filipe Hernandez Cava com 20 anos (em 1974), sobre o “artista colectivo” El Cubri, uma entrevista ao mestre Alberto Breccia (em 1973) e um ensaio sobre a BD política sob a ditadura Franquista, escrito um ano antes do porco imundo morrer! Um tesouro esta publicação!

bangA revista francesa foi o que nos fez escrever este “post”. Existiu entre 2003 e 2006 num total de 12 números e um especial e encontram-se os números 4, 5 e 6 na Bedeteca. A revista é um super-luxo de impressão e design,  co-editada pela Casterman (casa belga de Corto Maltese, por exemplo) e pela reputada Beaux Arts Magazine – que quer no passado quer nos nossos dias ainda dedica alguns números especiais sobre BD, como Qu’est-ce que la BD aujourd’hui?, um excelente guia de novas tendências que mesmo sendo de 2003 é actual q.b. – encontram-se vários exemplares na Bedeteca! Estava em destaque na prateleira das novidades o número 5 e é dedicado ao inglês Alan Moore com uma interessante entrevista, uma BD inédita com Oscar Zarate e ainda uma Foto-BD biográfica sobre este autor. Também tem um artigo sobre Calvo onde podemos ver que os franceses são mesmo uns arrogantes que pensam que inventaram tudo!!! Allez les gars! A primeira loja de BD no mundo é holandesa, a ainda activa Lambiek fundada em 1968 em Amsterdão e não a vossa Futuropólis de 1972! Já agora, conhecem o Raphael Bordallo Pinheiro? Un manguito pour vous!

Bang18-713x1024A portuguesa subintitula-se como uma revista de Fantasia, FC e Horror, é editada pela Saída de Emergência e gratuita exclusivamente nas lojas da FNAC. Bem redigida, embora muito feia graficamente, encontramos, por exemplo, artigos curiosos acerca a BD como sobre Hector Oesterheld, a galeria da exposição “Figuras Clássicas do Terror”, uma entrevista a João Leitão (do filme Capitão Falcão), etc… Mas também artigos sobre as “grandes mamas” de Richard Corben (neste último número de Maio) e resenhas críticas que dão 5 estrelas aos livros da Saída de Emergência!

Só podemos levar de empréstimo as Bang!s francesa e portuguesa. A espanhola não porque os exemplares estão ligeiramente danificadas, só podendo ser consultada localmente.

1 Comentário

Filed under acervo da bedeteca, press center, referência

Quinta da Animal

347583

Nesta Quinta-Feira de Novidades na Bedeteca de Lisboa apareceram exemplares da saudosa revista brasileira de BD Animal : Feio, Forte e Formal – a mais louca de sempre, segundo muita boa gente! Coincidência cósmica! Dizemos isto porque um dos seus editores vai estar presente este mês e Junho no Festival de BD de Beja! Falamos de Fábio Zimbres, claro…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, press center

Visões-Ficções

rv101coverlg

A revista inglesa Raw Vision dedicada à Art Brut / Ousider Art deste trimestre é digna de se referir por causa de um artigo sobre a pintura de Mark Beyer, autor norte-americano de “Banda Desenhada Bruta”.

Já em 2013 tinha sido capa e artigo principal de um número desta fantástica revista. Tal como nesse número havia um artigo dedicado a um artista português neste repete-se a História com Daniel GonçalvesOutra coincidência é a narração com desenhos e textos do refugiado sudanês Hafiz Adem.

Poucas pessoas ainda fizeram a relação estreita que há entre a Banda Desenhada e a Arte Bruta, eis por onde começar…

Deixe um comentário

Filed under outros media, press center, referência

Os miúdos ainda curtem isto?

5bb1cbb09bf7461e88f6a4d69c36aa31A Asa e o jornal Público vão lançar uma colecção semanal dedicada à série Spirou e Fantasio que tenha o dedo autoral do mestre Franquin (1924-1997), nas Quarta-Feiras de 24 de Abril a 3 de Julho. Composta por 11 álbuns duplos a cores e de capa dura, custa 11,99€ cada um.

Não sabemos se as primeiras quatro BDs curtas de Franquin – que usamos para ilustrar este “post” – estão incluídas nesta colecção. Realizadas entre 1948 e 1950, substituindo (outro mestre) Jijé, Franquin ainda é um autor desconhecido, sendo que já se notam os seus tiques que serão celebres em Gaston Lagaffe ou nos álbuns mais emblemáticos do Spirou: expressividade corporal, acção extravagante, co-existência dinâmica entre humanos e animais, etc…

Spirou é uma máquina belga de fazer dinheiro mesmo usando aquela fatiota ridícula de paquete de principio de século XX – cujos hotéis de Lisboa voltaram a usar para sinalizar bem o estatuto de trabalhador humilhado – e vivendo num mundo que já não existe, leva-nos a questionar se esta colecção é destinada para crianças ou para agradar os “bedófilos” saudosistas. Considerando que esta obra foi seleccionada para a Bedeteca Ideal e as edições portuguesas sempre foram caóticas e incompletas, pelo menos fica bem numa Bedeteca pública.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, miúdos, press center