Category Archives: referência

O que é que a Joana Vasconcelos está a fazer no Amadora BD?

71655298_10156937908602701_8844692363868635136_n

Os seguidores do Facebook do Festival respondem o que acham desta Artista do Regime e agente da gentrificação, ganhando o Prémio Pacóvio Melhor Momento Hilariante da BD Portuguesa:

  • Uma banda de desenhada com torradeiras
  • Espero que seja BD senão…. o que é que está ali a fazer?!
  •  Coisas grandes e pirosas certamente…
  • Vai criar um comic gigante querem ver? Sim porque para esta senhora a arte, para ser arte, tem de ter pelo menos 2m… 😏
  • Acabou de vez o Amadora BD 😦
  • Vai pôr o Astérix com um coletinho de lã Poveira.
  • espero que nada
  • Lá se foi o orçamento!
  • Fazem uma pergunta dessas, depois admirem-se das respostas…
  • Possivelmente e muito provavelmente… nada 😂
  • Nada. Tal como todas as suas supostas obras. Ela não faz nada. Paga a quem faça.
  • está o mesmo que faz nos outros sítios or onde passa…
  • Nada, espero.
  • E ninguém diz à senhora que se enganou no festival?
    Isso é maldade :\
  • A gastar os subsídios inapropriadamente?
  • Meter-me medo de ir aí…
  • Renda?
  • Cocó 💩?
  • uma superlativa cagada
Anúncios

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, mercado, outros media, referência, silly season

BIG dois

8091620f-94ea-4852-83ca-74f3b199d51f

Regressa o BIG no dia 12 de Outubro… e já agora ficam aqui A TEIA DA ILUSTRAÇÃO – Ciclo de Palestras dedicadas à ilustração e destinadas ao público em geral, alunos do ensino secundário e universitário e artistas interessados.

CORRER POR GOSTO NÃO CANSA
por Pedro Moura
Dia 25 de Outubro, às 10h30

ILUSTRAÇÃO OU NÃO?
por António Gonçalves
Dia 02 de Novembro, às 15h

ESTÓRIAS, AS MINHAS E D’OUTROS, ENTRE DESENHOS E PALAVRAS
por Isabel Baraona
Dia 06 de Dezembro, às 10h30

Local: Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG), Plataforma das Artes e da Criatividade (PAC), Av. Conde Margaride, nº 175, 4810-525 Guimarães.

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia. Disponibilidade até lotação máxima da sala. Estas palestras têm a curadoria de Tiago Manuel, artista plástico.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, ilustração, referência

1001 Banda Desenhadas que tens de ler antes de morrer (Década de 60)

IMG_20191001_101249

A Bedeteca de Lisboa anda a fazer de quinze em quinze dias um novo destaque bibliográfico até ao final do ano baseado em 1001 Comics You Must Read Before You Die. Dizem: (…) Coordenado pelo investigador inglês Paul Gravett – que visitou a Bedeteca de Lisboa em 1998 – trata-se de uma listagem que identifica as melhores Bandas Desenhadas do mundo, dividindo-as ao longo das décadas. Um trabalho hercúleo que obteve a ajuda de vários especialistas espalhados pelo mundo, incluindo dois portugueses, Domingos Isabelinho Pedro Moura.

Este exercício de mostrar as 1001 obras sugeridas por este guia, revela as fragilidades e as forças do acervo da Bedeteca de Lisboa, sendo impossível mostrá-las todas porque algumas estão esgotadas há décadas, ou porque não existe edição portuguesa ou em línguas mais acessíveis para o nosso público. Ou porque pura e simplesmente não as temos…

Os anos 60 são uma década de grandes metamorfoses sociais (e sexuais), como tal, veremos reflexos na produção da BD, até do lado industrial vão-se encontrar “revoluções”:

– o aparecimento dos super-heróis “humanos” da Marvel;

– os anti-heróis ou heróis criminosos, sobretudo na Itália (Diabolik) e Japão (Lupin The IIIrd e Golgo 13);

– novos sucessos comerciais como Mort Cinder (1962) de H.G. Oesterheld (1919-77) e Alberto Bresccia (1919-93), Mafalda (1964) de Quino, Corto Maltese (1967) de Hugo Pratt (1927-95),…

– BDs “híbridas” como um Batman em estilo Manga;

As Joias de Castafiore (1963), a verdadeira obra-prima de Hergé (1907-83)?

Do outro lado da barricada aparece

– o “underground comix” norte-americano de Robert Crumb ou Gilbert Shelton;

– a “BD adulta” francesa com Barbarella (1962) de Jean-Claude Forest (1930-98);

– ou ainda as BDs de Tom of Finland (1920-91) – que poderá encontrar na secção erótica da Bedeteca.

Entre as falhas no acervo lamentamos imenso não termos Life? Or Theater? (1963) de Charlotte Salomon (1914-45), cujos belos originais que estiveram patentes até Agosto em exposição na Colecção Berardo.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, referência

Luso-inuíta

tumblr_pr1fqqDup81ufkafzo10_500

Segundo o blogue da Chili Com Carne em Maio deste ano: Sai este fim-de-semana no TCAF o número 10 da revista TRIP, do Canadá, que inclui um dossier especial “Portugal” com BDs inéditas de vários artistas, a saber: Gonçalo Duarte, Francisco Sousa Lobo, Cátia Serrão, Mariana PitaTiago BaptistaHétamoé, Daniel LimaBruno Borges e Xavier Almeida. A capa é de José Feitor e a coordenação do dossier ficou a cargo de Marcos Farrajota e Sara Figueiredo Costa.

Entretanto chegou um exemplar deste pequeno monstro de 270 páginas à Bedeteca de Lisboa!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, bd portuguesa, referência, zines

O Leite da Via Láctea

71247264_497602317742459_97334223899197440_o

AMANHÃ, às 17h30, na Tinta nos Nervos: A propósito da edição facsimilada do projecto O Leite da Via Láctea, nunca publicado, de um livro de banda desenhada de Manuel Zimbro, artista plástico, aparentemente destinado ao mercado francês, o crítico de arte Celso Martins estará presente na Tinta nos Nervos para uma conversa sobre este mesmo livro, mas abrindo o escopo a outras questões. Falar-se-á igualmente do ponto de encontro entre artistas visuais e o mundo da banda desenhada, entre experiências de autores portugueses e internacionais.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, referência

O Bufo

10590635_10204138717766581_7541207270749425617_n

Gonçalo Portocarrero de Almada

Tal como no Estado Novo eram os padrecos que mais denunciavam pessoas à PIDE, eis a vil criatura que denunciou as Gémeas Marotas.

Não esquecemos a cara dos nosso inimigos. Como falsificador da verdade – da sua seita habituada a fabricar mentiras há 2019 anos – continua a divulgar publicamente que o livro é para crianças e feito por um perverso autor que quer levar as crianças para sexualidades desviantes. Estranho… a Igreja Católica tem sido inundada de queixas de pedofilia feitos por padres durante as últimas três décadas, onde está o Gonçalo quando isso acontece?

Deixe um comentário

Filed under ilustração, referência

Quinta da Guerra II

fd4253de607353f38f59b914c57020ba-bigbook

Chegou nesta Quinta-Feira de Novidades na Bedeteca de Lisboa o belo livro Artistas-Militares na Grande Guerra de Osvaldo Macedo de Sousa, pela Tinta da China.

Diz a sinopse: Partiram mal preparados para os combates, aprenderam a usar metralhadoras, percorreram cenários destruídos por bombas e arrastaram‑se pela lama das «trinchas» ao lado dos outros soldados. Mas, no meio da desolação e da dureza da participação portuguesa na Primeira Guerra Mundial, os militares‑artistas aqui representados conseguiram oferecer alguma redenção através de fotografias, croquis, caricaturas, ilustrações e pinturas.

Numa panorâmica que este livro procura fixar pela primeira vez, a arte destas testemunhas estéticas da guerra representa um ponto de fuga para os sentidos, uma afirmação criativa em tempos terríveis e incertos. Estas obras registam para a posteridade, com a alma de quem lá esteve, as vivências de milhares de homens assustados, sozinhos, sacrificados. É aos autores e aos seus retratados que aqui prestamos homenagem.

«Revisitar a guerra apenas pelos factos políticos e militares é uma perspectiva querida da história oficial, mas vazia dos conteúdos mais humanos e emocionais que verdadeiramente moldam a sociedade — aquela que o poder pretende afogar e manipular. Este livro procurará, assim, uma abordagem mais sensitiva do que pragmática, mais emocional do que histórica.»

Aproveitamos para relembrar este “post”.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, cartoon, ilustração, outros media, referência