Bedeteca de Lisboa recebe Seminário BD e Pensamento Político. Mesa-redonda “Super-Heróis – Ética e Utopia”

cartaz_sessaoiii_web

O Seminário Banda Desenhada e Pensamento Político, através de obras de banda desenhada de autores portugueses (preferencialmente) e estrangeiros, procura debater temas e conceitos relevantes de um ponto de vista social e político. Estabelecendo um diálogo entre académicos, artistas, fãs de banda desenhada e público em geral, as sessões tocarão em assuntos como Corpo, Género, Cibernética e Transhumanismo, Cidade e Multidão, Utopia e Distopia, Totalitarismo.

Entende-se que a banda desenhada tem sido um meio privilegiado para a abordagem destes temas, muitas vezes de um modo vanguardista, experimentalista e independente, jogando com as potencialidades e limitações do próprio meio.

Com este Seminário, que junta unidades de investigação da FCSH/UNL, UAc e FLUL, pretende-se valorizar a banda desenhada enquanto matéria susceptível de reflexão académica.

Sábado, dia 28 de Janeiro, entre as 16h e as 18h, na Bedeteca de Lisboa / Biblioteca dos Olivais, acontece a terceira sessão com o tema Super-heróis: Ética e Utopia com as participações de Pedro Moura (moderação), José Hartvig de Freitas e Helder Mendes.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, referência

Gato nas Damas e Trump no Norte

gato_damas

O Gato Mariano vai repetir a proeza que tem feitos nos últimos dois anos ou seja juntar amigos e desconhecidos para o lançamento do seu novo zine e com bandas e DJ’s a alegrarem a festa no Damas, coqueluche da noite lisboeta que tem recebido muitas iniciativas deste tipo.

cartaz_blackmamba

E no Porto há o Festival North Dissonant Voices em que no meio de barulheira extrema há lugar para um momento de conversa na Black Mamba, às 18h, com André Coelho e Rudolfo, em que este último irá apresentar o seu último livro dedicado à “carta Trump”

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, bd portuguesa, zines

Quinta dos Macacos

9994468812ae44388d0764ccd8b5fe6f

O pula do Tarzan recuperado por Manuel Caldas na Quinta-Feira de Novidades da Bedeteca de Lisboa… Belos macacos!

Segundo o blogue A Garagem em 2014: Manuel Caldas, um dos maiores entusiastas nacionais da BD clássica – editor de Príncipe Valente, Lance, Hagar, Os Meninos Kin-Der, Krazy Kat, Cisco Kid, entre tantos outros – começou este ano a reeditar o Tarzan de Russ Manning (1929-1981), quer as tiras diárias, quer as pranchas dominicais que o autor realizou entre 1967/1972 e 1968/1979, respectivamente. Como sempre, e como já tinha realizado em Tarzan dos Macacos de Hal Foster, toda a arte foi restaurada com o intuito de obter a melhor reprodução possível mas sempre respeitando o original, quer nas cores, quer no tipo de letra usado. Espera-se, assim as vendas o permitam, que este trabalho hercúleo de Caldas chegue até ao fim, apesar de ser publicado em castelhano.

Entretanto também chegou à Bedeteca o segundo volume das tiras diárias e ainda Casey Ruggles de Warren Tufts – também em castelhano e pronto para o dia de amanhã!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira

Liberdade Com Legendas

boneco_expo_biblioteca

auto-retrato de Miguel Rocha

Costuma acontecer uma vez ou outra (e nós andamos distraídos, admitimos) exposições de ilustradores na Biblioteca Municipal de Viana de Castelo e a partir de 21 de Janeiro até 8 de Julho estará patente uma de Miguel Rocha intitulada Liberdade Com Legendas, que mostra a sua obra gráfica publicada em livros, revistas e jornais.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos

Banda Escrita: João Paulo Cotrim, HOJE

amigos da bedeteca

Quarta exposição de um ciclo de cinco dedicada a argumentistas contemporâneos de banda desenhada portuguesa.

João Paulo Cotrim nasceu em Lisboa em 1965. A sua ligação com a banda desenhada não é apenas indelével: a própria banda desenhada portuguesa contemporânea não teria ganhado muitos dos seus contornos se não tivesse atravessado o vulto de Cotrim.

Formado em jornalismo, João Paulo Cotrim tem no seu longuíssimo currículo de escrevedor de palavras crónicas, críticas, poesia, prosa, material em torno da cultura, tendo-se espraiado nas mais diversas publicações da imprensa escrita, radiofónica e televisiva. Director, fundando-a, da Bedeteca de Lisboa, em 1996, criou ali um cadinho de expansão e experimentação da banda desenhada que marcou toda uma geração e que tornaria assinalável a presença da imagem na imprensa escrita da época. Já antes, coordenando com Renato Abreu a agora mítica revista Lx Comics, tinha criado um espaço agregador de várias gerações de…

View original post mais 225 palavras

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, referência

100000 lemingues não podem estar errados

lemming

O mercado de BD está sempre em contra-ciclo com o mercado livreiro ou as crises do país. Tal como em 2004, a edição portuguesa está em alvoroço – mas desta vez com pés no chão comparando há 10 anos, pelo menos esperamos nós e pelo que se observa pelo correcto trabalho profissional das pequenas e médias editoras. Seja como for, isto serve também para dizer que até o José Carlos Fernandes regressou aos livros, em 2015, mesmo que seja um bocado “falsificado” porque A Agência de Viagens Lemming (lançado pela Devir) foi editado em tiras semanais no suplemento de férias do Diário de Notícias em 2005, as histórias foram agrupadas em duas secções: Dez mil horas de jet lag e O síndrome da classe turística. E a obra já tinha sido publicada em formato de livro em Espanha, um  facto curioso, isto em 2011 pela importante Astiberri.

Sinopse: Quem aprecia A Pior Banda do Mundo vai encontrar aqui múltiplos pontos de contacto, mas A Agência de Viagens Lemming tem uma característica única na obra de JCF: mantendo uma linha condutora, alterna ritmos narrativos, mistura o apontamento curto com a história mais prolongada, e em dois ou três casos, afasta-se do remoque malicioso, que é a sua imagem de marca.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa

Cego deu 350 paus às Postas

Prémio OC 2016

Oficina do Cego lá juntou 350 Euros (mais 50 que do primeiro concurso) e ofereceu ao jornal Postas de Pescada como a “melhor edição independente” entre 2014 e 2016! Parabéns ao vencedor e à iniciativa, daqui a dois anos há mais! 

De resto é de ir acompanhando a nossa secção de Concursos

Deixe um comentário

Filed under concursos, zines