Ontem sim

Ana Margarida Matos viaja até ao Festival de BD de Hamburgo (Alemanha) para ter uma exposição do seu livro Hoje Não, e… para fazer uma leitura da sua BD (!?).

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos internacionais, bd portuguesa

Raia 7

A próxima Raia tem um cartaz curioso, uma vez que foi desenhado por Matilde Feitor, filha de José Feitor e Sandy Gageiro, que ao precisarem de despejar a casa de tralha para ter o rebento, criaram a primeira Feira Laica. Quase 18 anos depois, quem diria que sairia este belo cartaz para este evento, sucessor da Laica?

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, mercado, zines

Quiz gekiga

Qual foi o primeiro autor de Gekiga publicado em Portugal?

  • Katsuhiro Otomo
  • Haruka Inui
  • Muddy Wehara
  • Jirô Taniguchi
  • Shigeru Mizuki
  • Imiri Sakabashira

Oferta surpresa para o vencedor…

Ajuda 1: O Otomo que com a série Akira foi dos primeiros Mangas publicados em Portugal – série completa! Ena! Única coisa boa que a Meribérica fez na sua existência! E entretanto com uma reedição a preto e branco incompleta pela JBC – e apesar de ser “adulto” (no sentido de violência gráfica) não pode ser considerada Gekiga…

Ajuda 2: O Inui também não é… é apenas pornografia que a Sendai encontrou recentemente. A Enfermeira Tânia parece ser um “up-grade” de pornô clássico ‘tuga (a famosa revista Tânia) com essa cena moderna que é o Hentai. Pornógrafos existiam no século passado em Portugal – alguns até eram mulheres ao cargo da edição, aliás, basta lembrar que a hiper-violada Druuna é editada em Portugal por uma mulher, Vanda Rodrigues.

Ajuda 3: Por falar na Sendai, o Sakabashira seria uma grande possibilidade – embora vamos lá ver foi editado em 2021! – até porque é um autor que participou nas emblemáticas Garo e Ax… Mas e os outros antes de 2021? Portugal é assim tão atrasado?

Deixe um comentário

Filed under referência

LCDD HOJE

HOJE, às 19h, tocam Los Caballos de Düsseldorf na Zaratan.

Os LCDD são um colectivo sediado em Madrid que se dedica a construir os seus próprios instrumentos alterando os circuitos electrónicos de brinquedos reciclados através do circuit-bending, aos quais dão o nome de doorags (numa homenagem aos Doo Rag, seminal duo de blues lo-fi do Arizona) e com os quais improvisam ritmos e melodias inesperadas. Contam com digressões pela Europa, Japão e América do Norte e vêm pela segunda vez a Portugal e a Zaratan, após um enesquecível [sic] performance em 2015.

Confirmamos que foi inesquecível – nem que seja porque o duo come rabanetes ao vivo – e confirmamos que um dos elementos, o belga Olaf Ladousse é um autor de BD, artista gráfico e editor do zine Que Suerte!

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, outros media

Lençóis Felizes na Bedeteca

lencois

Encontramos Lençóis Felizes (Sunflowers Books; 2013) de Van Ayres na Bedeteca de Lisboa… Que segundo o blogue da Chili Com Carne é o zine de BD que merece o título da “BD portuguesa mais freak de sempre”! (…) uma BD sobre lençóis (felizes ainda por cima!) que andam por aí a voar, a curtir a vida, “naquela”, na descontra… O desenho a lápis mimetiza o desenho das crianças e até se podia dizer que esta é uma BD para esse tipo de público mas então teríamos de pôr no mesmo saco os Moomins, Neil The Horse, Tales of The Beanworld, Caminhando Com Samuel, etc…

Sabemos que outros zines de Ayres também se encontram pela Bedeteca: Gatafunho, Sheena,…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, miúdos, zines

EnCOTRIM amanhã

Diz Nuno Saraiva: Precisamente, faz agora um ano, o nosso amigo João Paulo Cotrim foi à Livraria Verney em Oeiras arbitrar uma conversa a que chamou de Sob a Minha Desatenção, Uma Curiosa Troca de Olhares. Estavam, para além de mim e da ilustradora Catarina Sobral, a Maria José Rijo e o Gaspar Matos, anfitriões da casa e organizadores daquele evento chamado de Encontros de Cultura II, que estavam muito e agradavelmente surpreendidos por duas recentes crónicas do João Paulo na Macau Hoje sobre as iniciativas da Verney. No final da conversa, à despedida, uma lista de projectos de futuro esboçados à pressa, mas lúcidos, eram atirados ao ar como era do seu jeito. Daí a poucos meses, o nosso amigo partia. E com ele todos esses loucos e maravilhosos esboços de projectos, tu bem sabes quantos mil.

Tocados com a partida, a Maria José e o Gaspar resolveram dedicar um dia  inteiro da jornada Encontros de Cultura III ao nosso amigo. AMANHÃ. A esse dia, que também será uma noite, chamámos-lhe EnCOTRIM de CULTURAS. Digo “chamámos-lhe”, porque fui por eles convidado a organizar a coisa de uma ponta à outra. Até tremo ao escrever isto. Dinamizar eventos não é a minha praia – eu é mais desenhos!

Desenhada a  programação, sobre o signo do desenho/ ilustração sobreposto ao texto ou vice-versa, aponto-me falhas nos actores chamados à homenagem. O João Paulo conhecia o Mundo e (quase) todos os seus locatários. Falta aqui tanta, tanta gente. Os ausentes, as ausentes, espero que não se chateiem comigo. Ainda temos Setúbal, depois Óbidos. Temos toda uma vida em frente para lembrar o nosso amigo, de copo na mão.

O programa:

10h30 – 12h AGORA É QUE SÃO ELAS! Oficina para crianças (e famílias) monitorizada pelo ilustrador João Fazenda a partir de jogos e brincadeiras escritas por João Paulo Cotrim para a revista UP Kids, suplemento da extinta UP Magazine, TAP.

Nos entretantos, é aproveitar para visitar a exposição do Fazenda, Reflexos espelhados pelas paredes galeria.

11h – 18h FEIRA DO LIVRO Abysmo/ Arranha-Céus.

14h30 – 17h30 NUVENS A ALTA VELOCIDADE. Projeção dos 5 filmes escritos pelo João Paulo, todos produção Animanostra, e de 16 curtas da Spam Cartoon, selecionadas por André Carrilho, co-fundador e actual produtor desta série televisiva. Conversa entre todos os realizadores João Fazenda (Algo importante, 7” e Sem querer 7”), Daniel Lima (Um degrau pode ser um mundo, 11”), Tiago Albuquerque (Diário de uma inspectora do Livro de Records, 11”), André Carrilho (Spam Cartoon), Cristina Sampaio (em vídeochamada diretamente de Roma) e Nuno Saraiva (moderador).

17h30 Abertura do Bar Cadáver Esquisito – uma cerveja literária – a degustar com mimos da Conserveira de Lisboa.

18h-20h A VOLTA À MYMOSA Grande e redonda Tertúlia com amigos: Alain Corbel, professor e ilustrador, André Carrilho, ilustrador e cartunista político, André Letria, editor e ilustrador, Cláudia Marques Santos, jornalista, Fernando Martins, fotógrafo e ilustrador, Inês Fonseca Santos, escritora e jornalista, Joaquim Paulo Nogueira, dramaturgo, João Brazão, mestre cervejeiro, Jorge Silva, director de arte, designer editorial e colecionador, José Teófilo Duarte, designer e curador da Festa da Ilustração de Setúbal, João Francisco Vilhena, fotógrafo e co-autor da última edição escrita do Cotrim, O Diário das Nuvens; Luís Cardoso, escritor, autor de O Plantador de Abóboras, Prémio Oceanos 2021 (Abysmo), Maria João Worm, ilustradora e autora de banda desenhada, Marko Rosalinne, Director criativo e fundador da DeadinBeirute, Nuno Saraiva, professor, ilustrador e cartunista político, Pedro Burgos, arquitecto e autor de banda desenhada, Tiago Cabral Ferreira, Gestor da Conserveira de Lisboa. … e mais quem queira aqui tertúliar. Durante esta conversa, serão projetadas imagens associadas a alguns dos presentes.

20h – 22h NÃO VÁS MUITO À TUA CABEÇA Concerto com Carlos Barretto (contrabaixo), André Gago (voz) e José Anjos (guitarra e voz), à volta de textos, poemas e canções do João Paulo Cotrim.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, cinema de animação, miúdos, obituário, referência

Então, isto continua em mais uma outra editora…

Blacksad é para quem gosta de policial-cliché com gajos e gajas com caras de peru ou morcego ou girafa, etc… tendo chegado à Bedeteca de Lisboa o primeiro volume da nova aventura deste gato detective. Série de BD publicada originalmente pela Asa, houve um volume que saiu na Arcádia e agora o novo volume está pela Ala dos Livros.

Obra selecionada pela Bedeteca Ideal.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira