Category Archives: mercado

Deuses & Neuras

Duas “novidades” que chegaram à Bedeteca de Lisboa e que destacámos em Dezembro de 2018 porque achámos interessantes – e realmente são:

  • Neuro Habitat de Miguel Ángel Martín, pela Escorpião Azul, em que o autor conta-nos história de um rapaz sem nome que nos vai acompanhando num quotidiano de isolamento radical, fechado no seu apartamento tendo como única companhia uma anaconda e um cão robotizado. O bisturi de Martín fala com extrema precisão na paranóia contemporânea. No começo parece não fazer mal, mas aos poucos vamos sorrindo com a sua ironia cruel, deixando a sua marca. A história deste livro não é real nem fantástica, é a história do vosso vizinho, ou talvez a sua.
  • Deuses Americanos de Neil Gaiman (a), P. Craig Russel e Scott Hampton (d) pela Saída de Emergência que assim publica a adaptação como novela gráfica do romance multi-premiado (…). Diz a sinopse: Shadow Moon sai da prisão e descobre que a sua mulher morreu. Derrotado, falido e sem saber para onde ir, conhece o misterioso Sr. Wednesday, que o emprega como guarda-costas, empurrando Shadow para um mundo mortífero onde fantasmas do passado regressam da morte e onde uma guerra entre deuses está iminente. Obra seleccionada para a Bedeteca Ideal.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, mercado

A Bedófilia é um alegria

I would say that the comic book market is the worst market that there is on the face of the earth for creative talent, and the reasons are numberless and legion. I have had many talented people ask me how to get into the comic book business. If they were talented enough, the first answer I would give them is, why would you want to get into the comic book business? Because even if you succeed, even if you reach what might be considered the pinnacle of success in comics, you will be less successful, less secure, and less effective than if you are just an average practitioner of your art in television, radio, movies, or what have you. It is a business in which the creator, as was mentioned before, owns nothing of his creation. The publisher owns it… Unfortunately, in the comic field, the artist, the writer, and the editor, if you will, are the most helpless people in the world.Stan Lee

 

84591992_2844658272258148_1634786263640834048_n

Watchmen usado e abusado, sem que Alan Moore ou Dave Gibbons possam fazer nada pois a DC Comics detêm os direitos sobre a obra, por isso, uma obra-prima da Banda Desenhada é usada como papel higiénico – adaptações manhosas para cinema, séries de TV, sequelas, prequelas e lixo afim. Como os “bedófilos” respeitam tanto os autores e as obras que dizem amar, papam a merda que merecem.

Deixe um comentário

Filed under mercado, press center

Mataram a Cotovia

cotovia_capaA Relógio D’Água é uma das maiores editoras independentes em Portugal – ou seja, não foi comprada pelos porcos capitalistas de grande grupos económicos tipo Leya ou 20|20. Lançou-se no ano passado na BD pela primeira vez, e invés de editar um Tatsumi ou Schrauwen, faz como a sua rival Porto Editora, uma tosqueira: lança um romance gráfico que adapta um clássico literário (e apenas por causa disso!) com todas as hipóteses dessa adaptação não acrescentar nada mais à leitura do livro original. Preguiça aguda de quem não sabe o que é ainda BD no século XXI e que irá acabar com baba e ranho.

Mataram a Cotovia – To Kill A Mockingbird, romance de Harper Lee, vencedor do Prémio Pulitzer, em 1961 – fala-nos do crescimento de uma rapariga numa sociedade racista numa pequena cidade imaginária do Alabama, durante a Grande Depressão. A adaptação de Fred Fordham tem ar de que poderia ter sido feito por ele ou mais um gajo que desenha o “Capitão Américo” – o desenho é frio q.b. – mas no que diz respeito a narração é bastante bom.

Chegou um exemplar à Bedeteca de Lisboa e a obra foi seleccionada para a Bedeteca Ideal.

Deixe um comentário

Filed under bd estrangeira, mercado

Papel

6042efb0-57d9-4981-9b69-ba8cc18c9e0d.jpg

Novas da Tigre de Papel:

  • À semelhança dos meses anteriores teremos, ao longo de todo o mês de Novembro, um tema para colocar em destaque e promoção. Para este mês escolhemos os livros de BD e ilustração. A juntar aos livros que cá temos habitualmente na loja, trouxemos muitos do armazém e colocámo-los a preços bastante convidativos (a partir de 3 euros). A selecção é variada, em termos de autores e colecções. Temos tanto livros novos como em segunda mão. (…) O melhor mesmo será passar por cá e ver os livros pessoalmente.
  • AMANHÃ, às 18h30 é lançado-porque-não-foi-lançado-na-última-Feira-Gráfica o quarto número do zine Mucomorphia de Filipe Felizardo. Dizem: é o mais recente volume da antologia individual autopublicada de Felizardo. Surgiu em 2016, reunindo contos pornográficos, tiras cómicas, ensaios historiográficos e os capítulos iniciais de um ensaio-gráfico-em-BD sobre uma incompossível linguagem das pedras. Desde então, serve como veículo de investigação para-académica sobre filosofia da mente, linguagem, fotografia, queerness-como-anfibietude, ontologia e, no fundo, um transparente auto-retrato em movimento parado. Filipe Felizardo nasceu em Lisboa em 1985.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, mercado, zines

25%

1380520_10151800539007762_681458062_n

A BdMania faz 25 anos e faltando imaginação oferecem 25% desconto sobre tudo! (Ou quase tudo, excepção feita para novidades com menos de 120 dias na loja e edições nacionais sujeitas ao regime do Preço Fixo). Até 30 de Novembro pode ser que se encontre lá qualquer coisita da Fanta sem ser super-heróis e respectivas estatuetas.

Deixe um comentário

Filed under mercado

FEIRA GRÁFICA 2019

Uma vez mais as edições Quarto de Jade vão estar presentes na «Feira Gráfica – Lisboa / Mercado de edições». Este ano o evento realiza-se no fim-de-semana de 26 e 27 de Outubro no Mercado de Santa Clara, à Feira da Ladra, entre as 11h00 e as 19h30.

Com produção da Câmara Municípal de Lisboa e curadoria de Emanuel Cameira, Filipa Valladares, Gonçalo Duarte e Xavier Almeida, assume-se como um importante evento na capital virado para a promoção da cultura escrita e artística difundida no contexto de uma diversidade de iniciativas micro-editoriais, de diferentes pontos do país, ora ligadas ao universo do livro (de artista, fotografia, literatura, ilustração), ora a outros que também compõem a tão vibrante intervenção criativa contemporânea (revistas e jornais culturais, fanzines, impressões serigráficas, etc.).

Além da venda de publicações, e da participação, pela primeira vez, de editoras estrangeiras, a Feira Gráfica contará, em paralelo, com um…

View original post mais 6 palavras

Deixe um comentário

Filed under mercado, zines

30

amadora2019

cartaz de Jorge Coelho

A BD Amadora regressa AMANHÃ, cumprindo a data redonda de 30 edições, vivendo um momento de transição, com mudanças na direcção e no modelo de programação.

Este ano o festival apresenta algumas mudanças estruturais: será mais curto, não terá um tema central, as exposições concentram-se todas no Fórum Luís de Camões, deixou de ter as exposições dedicadas aos livros e autores premiados na edição anterior – sendo este ano a programação “privatizada” com as escolhas dos editores e os livreiros que estão presentes com ‘stand’. Para além da cenografia geral do espaço ter a assinatura da artista plástica portuguesa Joana Vasconcelos.

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, mercado