Category Archives: zines

Graite fanzaine!

graitestuff11Chegou à Bedeteca de Lisboa um exemplar de Graite Stuff #1 do Panda Gordo, mau, que mania de chamar ao autor/editor João Sobral de Panda Gordo… No formato A5 como qualquer bom fanzine que se preze e todo ele produzido de forma caseira, este zine publica uma BD em que Sobral desenvolve uma galeria de personagens meio-losers e meio- empreendedoras (venha o Diabo e escolha) numa observação económico-social que este autor emigrado na Glásgua nos tem habituado. Haverá continuação deste título?

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

Quireward na Bedeteca

tumblr_ny2lw0S5ni1us8ipho1_540

Chegaram à Bedeteca de Lisboa os dois números do fanzine Quireward, publicação impressa em risografia e dirigida por Pedro Moura. Planeado para ter continuação em que este académico convida artistas para desenhar histórias concebidas por ele e das quais destacamos as que foram desenhadas por Mao e André Coelho.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

MiniZineFestPt & FreeComicBookDay

fcbd2017-03-cartaz-724x1024

BD e fanzines do mundo uni-vos nos dias 5 e 6 de Maio na Mundo Fantasma!

Boas e más notícias, o que querem ouvir primeiro? As más: acaba HOJE em Lisboa a exposição Tempora Mutantur… As boas, a exposição segue para este evento no Porto…

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, zines

Komikaze na Bedeteca de Lisboa

komikaze15_2016-600x361

A antologia croata Komikaze lançou o seu 15º volume onde publica dois autores portugueses nas suas páginas: Mao e João Sobral (O Panda Gordo). Isto não é nada de inédito uma vez que tem havido uma participação constante de autores nacionais por estas bandas.

Este colectivo dos Balcãs passou por Portugal o ano passado, nomeadamente pela Feira Morta (na ZDB) e na Oficina Arara (Porto) e deixou na Bedeteca de Lisboa uma colecção quase completa da sua publicação e entretanto já chegou este novo número à Bedeteca!

A Komikaze merece estar ao lado de outras antologias importantes neste milénio no terreno europeu como a finlandesa Glömp e a italiana Canicola, foi-se mostrando timidamente longe do psicadelismo finlandês ou do abrasivo preto e branco italiano. Passado alguns volumes impôs um estilo próprio balcânico que une croatas e sérvios. Em que consiste esse estilo? Tematicamente consiste em ataques aos costumes sociais, misturados com algum surrealismo e um humor tão bruto como negro, sendo os desenhos e grafismos propostos também eles negros e brutos. Há sujidade, colagens, desenhos naifs e técnicas de pintura. Por alguma razão os franceses (irmãos Guedin ou Craoman) e a sueca Anna Ehlemark já se tornaram em colaboradores regulares, por afinidades estéticas e amizade…

4 comentários

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, bd portuguesa, zines

Mapa Borrado

smudge map

Em inglês soa melhor (?) Smudge Map é um zine de José Smith Vargas que recolhe (quase) toda a sua produção de tiras que realiza para o jornal anarquista Mapa. Impresso em risografia num formato vertical tal que dobradinho até parece mesmo um mapa. Um mapa de ironias sobre uma Lisboa gentrificada, o capitalismo, bófias, nacionalismos e ecologia, claro está…

Chegou um exemplar à Bedeteca de Lisboa para quem é preguiçoso em ler a tira na sua forma original – em português e no jornal…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

Ofende-me na Bedeteca

Lançado naquele dia tão Singular dos 21 anos da Bedeteca de Lisboa, o colectivo Dor de Cotovelo fizeram 50 exemplares para oferta de Ofende-me que supomos que foram todos à vida dado à enchente de gente nesse dia!

Felizmente encontram-se exemplares para empréstimo e consulta no acervo da Bedeteca, deste fanzine de BD com jovens autores de BD portugueses, alguns deles saídos da escola Ar.Co., como Gonçalo Duarte, Dileydi Florez, Guilherme Figueiredo (que assinava Gréc), Ana Braga, Tiago Martins, Ema Gaspar, Cecília Silveira e Pedro Brito – mas que não é esse pensam…

1 Comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, zines

B Fachada e a Violência Electro-doméstica na Festa da Bedeteca de Lisboa

tumblr_o0853mksSx1urc1v5o8_400

A Bedeteca de Lisboa tem os quatro primeiros volumes (de sete) de Violência Electro-Doméstica (imagem) de Pato Bravo (a) e Xavier Almeida (d) sendo que no Singular – Uma Festa para os 21 anos da Bedeteca de Lisboa sairá o último volume bem como a compilação da série.

bfachada01

O Pato Bravo é na realidade um pseudónimo de B Fachada (foto) que entretanto irá estrear-se no Singular como DJ, enquanto organiza todas as patominices para Sábado, talvez a sua actuação vai ser em jeito de happening que funcionará como lançamento encerramento da Violência-Electrodoméstica. O texto é o do fim da BD. F-I-E-S-T-A!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd portuguesa, outros media, zines