Category Archives: zines

Quinta do Panda

mw1

Quinta-Feira de Novidades na Bedeteca de Lisboa e chegaram montes de “panda papers”!!! João Sobral tem uma editora chamada O Panda Gordo, nome que muita gente confunde com o seu editor que não tem nada de panda nem de gordo…

Chegou a versão brasileira, pela Bebel Books, de Money Worries #1 (imagem) de Sobral, edição muito mais catita e funcional que a original portuguesa. E as novidades propriamente ditas da editora, a saber:

  • No Mouth’s the Hum de Gore Krouta promissora estreia do misterioso autor Gore Krout, acerca das aventuras de um intrépido explorador conhecido por No Mouth;
  • Spare me de Disa Wallander, uma BD que mostra uma corrida existencial com interessante uso de fotografia e desenho;
  • Living room de Chris Kohler, sobre que psicopatologias o Capitalismo pode criar nos seres humanos!!!

Entretanto saiu também, com a Chili Com Carne, o livro que compila várias BDs de Mariana Pita entre 2013 e 2017, algumas publicadas em vários fanzines e na Internet, outras não… Esperamos por um exemplar de Lá fora os fofinhos a qualquer momento!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, bd portuguesa, zines

Prego na Bedeteca

prego_capa_divulga-2

Chegou à Bedeteca de Lisboa o novo número da revista brasileira Prego, dirigida pelo ilustrador e músico Alex Vieira. Passado talvez uns quatro anos eis que que chega a sétima edição, fazendo assim dez anos de publicações, eventos e muita arte independente! Esta edição fecha a trilogia de revistas temáticas iniciada anteriormente na Prego nº5 (Edição Sonora), passando pela Prego nº6 (Edição Drogada) e finalizando com a Prego nº7 (Edição Fudida).

Neste número foram 60 artistas seleccionados, entre eles(as) brasileiros e estrangeiros – com um único representante português desta vez, Manuel Pereira (colagens) quando no passado passaram por lá vários autores de BD e ilustradores como Wasted Rita, ou RudolfoA Prego é uma grande antologia de quadradinhos, colagens, ilustrações, fotografias e uma entrevista inédita com o artista Mike Diana (EUA). Participam desta edição Alex Vieira, Allan Sieber, Cecília Silveira, Chico Felix, Guido Imbroisi, Sama, Tais Koshino, entre muitos muitos outros…

O autor/ editor visitou várias vezes Portugal ora em eventos como a Feira Laica ou BD Amadora (este lá este fim-de-semana para lançar este número) ora a solo tendo lançado o número seis na Sá da Costa quando esta livraria estava em auto-gestão e era muito mais interessante!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, acontecimentos, bd estrangeira, bd portuguesa, zines

Da Austrália

rajai19low

Chegaram à Bedeteca de Lisboa dois livros do-quase-antipoda Austrália, a saber:

  • Instruction Manual for Lonely Mountains (Silent Army; 2016) de Nicola Gunn (a) e Michael Fikaris (d) – autor que esteve por Lisboa nas últimas semana. Trata-se de uma adaptação para BD de uma peça de teatro que ronda uma reunião de grupo de Protesto Contra a Extinção da Raça Humana (…) As quatro personagens que são realmente “montanhas solitárias” (e egoístas) demonstram a sua incapacidade de se conciliarem e de se focarem no assunto a que foram chamadas, provam que a Humanidade merece ser extinta. Obrigado aos “aussies” por nos relembrarem isso…

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, zines

Conheçam o Fikaris

pilgrim

Peregrino inútil é a tradução para português incluída na edição da BD Useless Pilgrim : a metamorphis of an inner artist explorar type de Michael Fikaris. BD impressa em papel de jornal a razão da tradução é porque este autor australiano encontrou-se em Portugal (ou melhor, em Lisboa) durante três semanas e o jornal foi o seu “cartão de apresentação”.

O autor esteve na Raia com uma mesa com os seus projectos editoriais e murais – um deles foi uma “comix jam” com autores portugueses – e na BD Amadora para uma apresentação pública do seu trabalho. Passou pela Bedeteca de Lisboa e deixou vários exemplares para OFERTA desta sua BD-jornal para além de outras publicações deste activista-artista.

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, acontecimentos, bd estrangeira, zines

Blimunda sapata!

tumblr_inline_oss28s9Hwj1uvs3h6_500

Caramba! A Sapata Press queria dar pontapés e já anda a fazê-lo. Além de já ter começado a editar livros de autor também têm dado nas vistas como se pode comprovar pela entrevista dada na Blimunda. É assim mesmo!

Relembramos aqui a convocatória feita este ano: A SAPATA PRESS CONVIDA AUTORAS DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ENVIAREM PROJECTOS DE BANDA DESENHADA PARA PUBLICAÇÃO! Preferencialmente mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero, independentemente de raças e orientação sexual.

TEMAS: Protagonista → Narrativas cujos personagens principais sejam mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero. Autobiografia → Histórias de vida e do quotidiano/cotidiano contadas em primeira pessoa. Heroína → Histórias de super-heróis cujos personagens principais sejam mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero. Resistência→ Narrativas sobre colonialismo, racismo e descolonização a partir do ponto de vista de mulheres e pessoas não-binárias, sejam elas trans ou cisgénero. LGBTQI →  Narrativas autobiográficas ou biográficas sobre o tema LGBTQI. Feminismos → Narrativas sobre o tema e sobre a desconstrução de estereótipos, a partir do ponto de vista feminino. Visibilidade → Biografia (trecho da trajectória de vida) de mulheres e pessoas não-binárias “invisibilizadas” pela História. Trans → Processos de transição e autobiografias por mulheres e homens trans e/ou pessoas não-binárias. Parentalidade → Narrativas autobiográficas ou biográficas sobre maternidade, maternidade solo e modelos diversos de parentalidade. Outro → Narrativas sobre masculinidade não tóxica. Livre → Uma proposta de tema pode ser enviada…

Deixe um comentário

Filed under referência, zines

Tráfico de influências

JOÃO

Raia – Tráfico de edições e afins. Anjos 70 (antigo Regueirão dos Anjos). 21 e 22 de Outubro — das 14 às 24 (Sábado); das 14 às 20 (domingo).

Estamos na fronteira mas não há linhas no chão.

Em Lisboa, durante o fim de semana de 21 e 22 de Outubro, a Raia será o lugar para apresentar e vender edições, discos e artes gráficas. Paralelamente, haverá programação com lançamentos, leituras, exposições, música e projecção de filmes.

A Raia será dos pequenos editores e dos artistas gráficos.

A Raia não tem apoios institucionais. A receita do aluguer das bancas será utilizada exclusivamente para as despesas decorrentes da organização.  (…) Já estão previstos alguns lançamentos e apresentações de edições. (…) Quaisquer dúvidas poderão ser esclarecidas por correio electrónico: raiafrita@gmail.com

Contenção de fachadas, alta gastronomia, legislação sobre drones, heráldica, a invenção do primeiro caniche proveta, aparições divinas em superfícies arbóreas e o fabrico de suspensórios testiculares, de nada disto tratará o ajuntamento que agora se divulga. No ano em que se comemora o centenário da revolução russa, eis que um sportinguista com couperose, uma astrónoma de Estômbar e um galante proprietário de uma funerária decidem convocar foliões da Mafalala e madraços de Ofir para uma inesquecível feira das modéstias a decorrer nos dias 21 e 22 de Outubro nos Anjos 70, em Lisboa.

Poesia e música, fotografia e prosa, edições piratas e posters corsários, ilustração neo-barroca, deejaying sem maneirismos, workshops de jiu-jitsu, origami, feng shui, chop suey e outros segredos orientais, a revelação está para breve, a alegria certa e o sexo será inesquecível.

Um programa ideal para quem gosta de tudo e mais alguma coisa.
___________________________________________

“A fronteira está na cabeça do branco”
Touro Sentado de Costas, 1870
___________________________________________

Deixe um comentário

Filed under acontecimentos, mercado, zines

Dailies

1041985_orig

Falamos da Austrália há pouco tempo mas falhou-nos Dailies – editado também pela Silent Army -, um zine impresso em papel de jornal cheio de talentos mais ou menos antípodas e oceânicos… O número 3 encontra-se na Bedeteca de Lisboa e destacamos os talentos de Tim Kidd, Simon Hanselmann (editado o ano passado em Portugal), Sam Wallman, MP Fikaris, entre outros…

De resto, crescem rumores que Fikaris irá visitar Lisboa em breve e durante umas boas semanas – sabemos que vai estar na RAIA! Cuidado, ao atravessarem a estrada!

Deixe um comentário

Filed under acervo da bedeteca, bd estrangeira, zines